1.
Tomaim C dos S. O documentário como “mídia de memória”: afeto, símbolo e trauma como estabilizadores da recordação. Signif., Rev. Cult. Audiov. [Internet]. 22 de agosto de 2016 [citado 4 de dezembro de 2022];43(45):96-114. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/significacao/article/view/111443