Mais do que dinheiro: pink money e a circulação de sentidos na comunidade LGBT+

Autores

  • Arize Souza Fernandes de Oliveira Universidade Federal do Rio de Janeiro
  • Mônica Machado Universidade Federal do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1984-5057.v13i1p20-31

Palavras-chave:

Pink money, Comunidade LGBT , Observação participante

Resumo

Diante da crescente investida das marcas em campanhas publicitárias de apoio à diversidade de orientação sexual e de gênero, o presente artigo busca apontar alguns argumentos da comunidade LGBT+ a respeito do tema. Os discursos foram analisados a partir da observação participante de eventos realizados no Rio de Janeiro em 2019. As principais reflexões relevam que, para além da visibilidade auferida pelas iniciativas das marcas, as discussões circulantes demonstram especial preocupação dos participantes com os afetos dos indivíduos representados pelas campanhas e com seu impacto nas relações socioeconômicas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Arize Souza Fernandes de Oliveira, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Psicossociologia de Comunidades e Ecologia Social, do Instituto de Psicologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (IP/UFRJ).

Mônica Machado, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Professora Associada da UFRJ. Doutora em Comunicação e Cultura na Escola de Comunicação da UFRJ e Mestre em Multimeios pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

Downloads

Publicado

2021-07-06