Em torno da autopromoção: o Samba da Globalização

Autores

  • Maria Lília Dias de Castro Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1984-5057.v2i1p21-35

Palavras-chave:

ação promocional, recursividade, embaralhamento, autorreferencialidade

Resumo

O presente artigo centra-se no estudo de um tipo de movimento midiático: o de caráter (auto)promocional, procurando, de um lado, entender o fenômeno dentro das contingências do mundo moderno e, de outro, examinar as regras e estratégias que compõem e estruturam esse tipo de produção na televisão. Como objeto empírico, elege para análise um formato promocional específico: a chamada feita pela Rede Globo de Televisão, intitulada Samba da Globalização, e veiculada no mês de janeiro de 2008, antes do carnaval, nos intervalos comerciais. A intenção da chamada é chamar a atenção do telespectador para a variada grade de programação da emissora, aproveitando a ocasião para falar de si mesma.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Lília Dias de Castro, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)

Professora do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM); coordenadora da pesquisa Ação autopromocional: estratégias e configurações empregadas pela RBS TV; coordenadora do grupo de pesquisa Comunicação Televisual – COMTV, dentro do Diretório dos Grupos de Pesquisa CNPq (versão 20/11/09), reconhecido pela UFSM.

Publicado

2010-06-03