Facilidades de adesão familiar no tratamento da dependência química: percepção dos familiares

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1806-6976.smad.2021.150251

Palavras-chave:

Cooperação e adesão ao tratamento, Família, Relações familiares, Transtornos relacionados ao uso de substâncias, Saúde mental

Resumo

Objetivo: analisar a percepção do membro familiar sobre as facilidades de adesão da família ao tratamento do dependente químico em acompanhamento no Centro de Atenção Psicossocial - álcool e drogas. Método: estudo qualitativo, realizado de abril a setembro de 2016, com 10 familiares de usuários de drogas, participantes de grupos de família. Realizou-se entrevista semiestruturada e os dados foram analisados pela técnica de análise de conteúdo temática. Resultados: as famílias reconheceram que criar alianças terapêuticas, ter esperança na recuperação de seu parente e valorizar seus papéis participativos no tratamento familiar facilitam a adesão terapêutica. Conclusão: o estudo contribui para a reflexão dos profissionais de saúde quanto às possíveis áreas estratégicas para o cuidado às famílias, de modo a ajudá-las na adesão terapêutica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sarah Salvador Pereira, Universidade Federal de São Carlos. Departamento de Enfermagem

Bolsista da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), Brasil

Referências

Bortolon CB, Signor L, Moreira TC, Figueiró LR, Benchaya MC, Machado CA et al. Family functioning and health issues associated with codependency in families of drug users. Ciênc Saúde Coletiva. [Internet]. 2016;21(1):1001-7. [cited Oct 28, 2018]. Available from: http://www.scielo.br/pdf/csc/v21n1/1413-8123-csc-21-01-0101.pdf.

Costa B, Marcon SS, Paiano M, Sales CA, Maftum MA, Waidman MAP. Feelings and codependent behavior in the family of illicit drugs users. Acta Sci Anim Sci. [Internet]. 2017;39(2):175-81. [cited Oct 28, 2018]. Available from: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=307252895007

Nascimento LTR, Souza J, Gaino LV. Relationship between drug dependence and alcohol users receiving treatment in a community health center specializing in alcohol treatment. Texto Contexto Enferm. 2015;24(3):834-41. doi: http://dx.doi.org/10.1590/0104-07072015003610013.

Belotti M, Fraga HL, Belotti L. Família e atenção psicossocial: o cuidado à pessoa que faz uso abusivo de álcool e outras drogas. Cad Bras Ter Ocup. 2017;25(3):617-25. doi: http://dx.doi.org/10.4322/2526-8910.ctoAR0988.

Chakrabarti S. What’s in a name? Compliance, adherence and concordance in chronic psychiatric disorders. Wld J Psychiatry.[Internet]. 2014;4(2):30–6. [cited Oct 28, 2018]. Available from: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4087153/pdf/WJP-4-30.pdf.

Moraes ABA, Rolim GS, Costa AL Jr. O processo de adesão numa perspectiva analítico comportamental. Rev Bras Ter Comport Cogn. [Internet]. 2009;11(2):329-45. [Acesso 4 jan 2018]. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-55452009000200009&lng=pt .

Leite SN, Vasconcellos MPC. Adesão à terapêutica medicamentosa: elementos para a discussão de conceitos e pressupostos adotados na literatura. Ciênc Saúde Coletiva. [Internet]. 2003;8(3):775-82. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232003000300011 .

Scaduto AA, Barbieri V. O discurso sobre a adesão de adolescentes ao tratamento da dependência química em uma instituição de saúde pública. Ciênc Saúde Coletiva. [Internet]. 2009;14(2):605-14. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232009000200029 .

Alvarez SQ, Gomes GC, Oliveira AMN, Xavier DM. Grupo de apoio/suporte como estratégia de cuidado: importância para familiares de usuários de drogas. Rev Gaúch Enferm. [Internet]. 2012;33(2):102-8. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S1983-14472012000200015 .

Paz AZ FM, Colossi PM. Aspectos da dinâmica da família com dependência química. Estud Psicol. [Internet]. 2013;18(4):551-8. [Acesso 2 jan 2016]. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/epsic/v18n4/a02v18n4.pdf .

Maciel LD, Zerbetto SR, Filizola CLA, Dupas G, Ferreira NMLA. Consequências e dificuldades da dependência química no âmbito familiar: uma revisão de literatura. Rev APS. [Internet]. 2013;16(2):187-96. [Acesso 28 out 2018]. Disponível em: https://aps.ufjf.emnuvens.com.br/aps/article/view/1809/721.

Monteiro CFS, Fé LCM, Moreira MAC, Albuquerque IEM, Silva MG, Passamani MC. Perfil sociodemográfico e adesão ao tratamento de dependentes de álcool em CAPS-ad do Piauí. Esc Anna Nery. 2011; 15(1):90-5. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S1414-81452011000100013 .

Vasters GP, Pillon SC. Drugs use by adolescents and their perceptions about specialized treatment adherence and dropout. Rev. Latino-Am. Enfermagem. 2011; 19(2): 317-24. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0104-11692011000200013 .

Ribeiro DVA, Turato ER, Azevedo RCS, Campos CJG. Views on treatment adherence among psychoactive substance-dependent women in the outpatient setting: a qualitative study. Trends Psychiatry Psychother. 2012;34(4):192-206. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S2237-60892012000400005

Seleghim MR, Oliveira MLF. Influence of the family environment on individuals Who use crack. Acta Paul Enferm. [Internet]. 2013;26(3):263-8. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-21002013000300010

Minayo MCS. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 14th ed. São Paulo: Hucitec; 2014.

Gomes RJ, Martos CC, Cavalari MCA, Rossetto AA. Atendimento grupal: trabalhando a codependência. Colloquium Humanarum. [Internet]. 2012; 9(n.esp): 508-16. [Acesso 2 jan 2016]. Disponível em: http://www.unoeste.br/site/enepe/2012/suplementos/area/Humanarum/Ci%C3%AAncias%20Humanas/Psicologia/ATENDIMENTO%20GRUPAL%20TRABALHANDO%20A%20CO-DEPEND%C3%8ANCIA.pdf

Alves RD, Morais TTM, Rocha SP, Rocha NNV, Duarte SR, Sampaio FFF. Grupos de familiares em CAPS ad: acolhendo e reduzindo tensões. Sanare, Rev Políticas Públicas. [Internet]. 2015; 14(1):81-6. [Acesso 2 jan 2016]. Disponível em: https://sanare.emnuvens.com.br/sanare/article/view/613/330

Duarte MLC, Viana KR, Olschowsky A. Crack users’ evaluation regarding family groups in the psychosocial care center. Cogitare Enferm. [Internet]. 2015;20(1): 81-8. [Acesso 4 jan 2018]. Disponível em: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v20i1.37597

Albuquerque MCS, Nascimento YCML, Brêda MZ, Luca LCG. Mudanças percebidas por familiares de crianças/adolescentes em sofrimento mental que participam de grupos operativos. Rev Eletr Enferm. 2014;16(3):652-61. doi: https://doi.org/10.5216/ree.v16i3.21777

Stewart KD. Factors contributing to engagement during the initial stages of treatment for psychosis. Qual Health Res. 2012;23(3):336-47. doi: http://journals.sagepub.com/doi/10.1177/1049732312468337.

Xavier MF, Rodrigues PHJ, Silva MCR. A percepção da família no tratamento e suporte de dependentes químicos. Encontro, Rev Psicol. [Internet]. 2014;17(26):99-110. [Acesso 4 jan 2016]. Disponível em: http://www.pgsskroton.com.br/seer/index.php/renc/article/view/2419/2319.

Gomes RR, Ribeiro MC, Matias EC, Brêda MZ, Mângia EF. Motivation and expectations in treatment search for abusive use and addiction of crack, alcohol and other drugs. Rev Ter Ocup Univ São Paulo. 2015;26(3):326-35. doi: http://dx.doi.org/10.11606/issn.2238-6149.v26i3p326-335.

Silva AC, Weber F, Adan A, Hidalgo MPL. O papel do trabalho no processo saúde-doença em dependentes de crack. Arq Ciênc Saúde. 2015;22(1):48-52. doi: https://doi.org/10.17696/2318-3691.22.1.2015.26

Zauszniewski JA, Bekhet AB, Suresky MJ. Indicators of resilience in family members of adults with serious mental illness. Psychiatr Clin North Am. 2015;38(1):131-46. doi: http://dx.doi.org/10.1016/j.psc.2014.11.009

Marcon SR, Sene JO, Oliveira JRT. Contexto familiar e uso de drogas entre adolescentes em tratamento. SMAD, Rev Eletrônica Saúde Mental Álcool Drog. [Internet]. 2015;11(3):122-8. [Acesso 20 ago 2018]. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/pdf/smad/v11n3/pt_02.pdf

Bishop M, Greeff AP. Resilience in families in which a member has been diagnosed with schizophrenia. J Psychiatr Ment Health Nurs. [Internet]. 2015;22(7):463-71. [cited Jan 4 2018]. Available from: http://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1111/jpm.12230/epdf

Waldow VR, Borges RF. Caring and humanization: relationships and meanings. Acta Paul Enferm. [Internet]. 2011;24(3):414-8. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-21002011000300017.

Publicado

2021-03-31

Como Citar

Assalin, A. C. B., Zerbetto, S. R., Ruiz, B. O., Cugler, P. S., & Pereira, S. S. (2021). Facilidades de adesão familiar no tratamento da dependência química: percepção dos familiares. SMAD Revista Eletrônica Saúde Mental Álcool E Drogas (Edição Em Português), 17(1), 17-25. https://doi.org/10.11606/issn.1806-6976.smad.2021.150251

Dados de financiamento