Discurso das pessoas internadas por crise psiquiátrica sobre credibilidade e autonomia no tratamento

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1806-6976.smad.2022.176046

Palavras-chave:

Saúde Mental, Transtornos Psicóticos, Participação do Paciente, Hospitalização

Resumo

Objetivo: descrever a percepção das pessoas em crise psiquiátrica sobre a credibilidade do discurso que emitem e sua relação com a promoção da autonomia no tratamento. Método: abordagem qualitativa, descritivo-exploratória, a partir de entrevistas semiestruturadas, realizadas em outubro e novembro de 2019, com 12 homens internados em um instituto psiquiátrico público em Minas Gerais, Brasil, selecionados por conveniência. A pesquisa cumpriu os princípios éticos e foi aprovada em setembro de 2019, pelo parecer 3.566.943. Utilizou-se a técnica de análise de conteúdo temática, para tratar os dados. Resultados: os participantes referiram percepção punitiva em relação à internação e tratamento, desvalorização de suas falas na construção do Projeto Terapêutico Singular e desconhecimento sobre as implicações dessas percepções para o trabalho da equipe que os acompanhava e para a instituição. Conclusão: apesar da reconfiguração do modelo de assistência em saúde mental, o discurso dos usuários ainda está marcado por pouca credibilidade e baixa autonomia no processo terapêutico. Ademais, no âmbito hospitalar, têm-se mantido os desafios para a consolidação do cuidado multidisciplinar e para a participação do usuário em seu tratamento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2022-07-22

Como Citar

Fonsêca, M. A., & Santos, J. F. dos. (2022). Discurso das pessoas internadas por crise psiquiátrica sobre credibilidade e autonomia no tratamento. SMAD, Revista Eletrônica Saúde Mental Álcool E Drogas (Edição Em Português), 18(2), 30-37. https://doi.org/10.11606/issn.1806-6976.smad.2022.176046