Percepções de homens sobre a influência da família no uso de substâncias psicoativas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1806-6976.smad.2022.180923

Palavras-chave:

Família, Enfermagem, Saúde Mental, Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias

Resumo

Objetivo: compreender, sob a perspectiva do usuário, a influência da família no uso de substâncias psicoativas. Metodologia: pesquisa descritiva com abordagem qualitativa. Os participantes foram 16 residentes de uma Comunidade Terapêutica, de sexo masculino, maiores de 18 anos. A coleta de informações deu-se por meio de entrevistas direcionadas por um roteiro desenvolvido pelas autoras. Resultados: foi utilizada a Análise Temática. A discussão se deu por meio da compreensão de literaturas que abordam a participação da família nos transtornos relacionados ao uso de substâncias. Conclusão: as relações familiares mostraram-se preditoras na iniciação do uso das drogas, como também na busca pelo tratamento. Identificou-se um padrão de repetição de violência, em que o adicto tende a repetir o comportamento de seus semelhantes, resultando em um ciclo de sofrimento familiar. Os conhecimentos obtidos por meio deste estudo possibilitam aos enfermeiros reconhecer as origens emocionais e corroboram com a visão holística para o cuidado da pessoa que faz uso destas substâncias e promove a funcionalidade da equipe multidisciplinar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2022-07-22

Como Citar

Oliveira, G. A. de, Almeida, G. L. de ., & Abrocesi, S. . (2022). Percepções de homens sobre a influência da família no uso de substâncias psicoativas. SMAD, Revista Eletrônica Saúde Mental Álcool E Drogas (Edição Em Português), 18(2), 70-78. https://doi.org/10.11606/issn.1806-6976.smad.2022.180923