Revisando o impacto psicológico nos filhos adolescentes de pais com doenças crônicas não transmissíveis

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1806-6976.smad.2022.181705

Palavras-chave:

Adolescente, Pais, Neoplasias, Dor Crônica, Saúde Mental

Resumo

Objetivo: investigar o quanto as doenças crônicas nos pais podem interferir na qualidade de vida e na saúde psicológica dos filhos adolescentes. Metodologia: levantamento bibliográfico de artigos indexados em plataformas de bancos de dados como PubMed e SciELO entre 1990 e 2021. Resultados: filhos adolescentes de pais com neoplasias sem sucesso de tratamento ou com evolução prolongada, algumas doenças psiquiátricas e estados de dor crônica intensa são mais propensos a terem ansiedade, depressão e a abusarem do álcool, tabaco e drogas. Tal relevância à saúde psicológica dos filhos depende de qual doença acomete os pais, se afeta o pai ou a mãe, da gravidade da doença e do sexo do filho adolescente. Conclusão: este estudo serve de alavanca no alerta aos familiares e profissionais de saúde sobre o risco de disfunção na vida dos filhos em meio a doenças crônicas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2022-07-22

Como Citar

Penatti, C. A. A. ., De Lara, D. ., & Flaborea, R. S. (2022). Revisando o impacto psicológico nos filhos adolescentes de pais com doenças crônicas não transmissíveis. SMAD, Revista Eletrônica Saúde Mental Álcool E Drogas (Edição Em Português), 18(2), 138-148. https://doi.org/10.11606/issn.1806-6976.smad.2022.181705