Práticas desinstitucionalizadoras em uma unidade de internação psiquiátrica

Autores

  • Verginia Medianeira Dallago Rossato Universidade Federal de Santa Maria; Hospital Universitário; Área Psiquiátrica
  • Teresinha Aparecida Pereira de Mello Universidade Federal de Santa Maria; Hospital Universitário
  • Fábio Becker Pires Universidade Federal de Santa Maria; Hospital Universitário
  • Ronei Washington Pinheiro Cunha Universidade Federal de Santa Maria; Hospital Universitário
  • Adão Ademir da Silva Universidade Federal de Santa Maria; Hospital Universitário
  • Fernanda Franceschi de Freitas Universidade Federal de Santa Maria; Hospital Universitário

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1806-6976.v2i2p01-14

Palavras-chave:

Desinstitucionalização, Internação Psiquiátrica, Inserção Social

Resumo

O projeto iniciado em 2004, na Unidade Psiquiátrica do HUSM-Hospital Universitário de Santa Maria-RS, objetiva a construção de um novo modelo de cuidado para a população internada em surto psicótico. A idéia de proporcionar condições para que os usuários do serviço possam transitar por diversos espaços da comunidade e da Instituição fortalece os princípios da Reforma Psiquiátrica que preconiza a desinstitucionalização e a inserção social dos portadores de sofrimento psíquico. Nessa trajetória, evidenciou-se a importância do envolvimento de diversos atores para ampliar o olhar e provocar diferentes discussões em um movimento dialético em direção a uma nova prática em Saúde Mental.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2006-08-01

Como Citar

Rossato, V. M. D., Mello, T. A. P. de, Pires, F. B., Cunha, R. W. P., Silva, A. A. da, & Freitas, F. F. de. (2006). Práticas desinstitucionalizadoras em uma unidade de internação psiquiátrica. SMAD, Revista Eletrônica Saúde Mental Álcool E Drogas (Edição Em Português), 2(2), 01-14. https://doi.org/10.11606/issn.1806-6976.v2i2p01-14

Edição

Seção

Artigo Original de Chamada