O acompanhamento terapêutico como estratégia de continência do sofrimento psíquico

Autores

  • Ana Celeste de Araújo Pitiá Universidade de São Paulo; Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto; Departamento de Enfermagem Psiquiátrica e Ciências Humanas
  • Manoel Antônio dos Santos Universidade de São Paulo; Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto; Departamento de Psicologia e Educação

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1806-6976.v2i2p01-18

Palavras-chave:

Acompanhamento Terapêutico, Saúde Mental, Reabilitação Psicossocial

Resumo

Este estudo consiste em uma pesquisa bibliográfica que abrange a produção científica na área do Acompanhamento Terapêutico (AT). O objetivo foi avaliar sistematicamente a produção científica indexada nas bases de dados MedLine, PsycINFO e LILACS no período de 1977 a 2001, incluindo também livros e teses produzidos nesse período. Para tanto foram utilizadas as palavras-chave: therapeutic companion e acompanhante terapêutico. Foi feita uma seleção dos resumos que preencheram os critérios de inclusão, cujas publicações foram recuperadas na íntegra. Os resultados indicam que a maioria dos estudos abordou aspectos técnicos do trabalho na clínica do AT, apontando para o perfil desejável do profissional acompanhante terapêutico (at).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2006-08-01

Como Citar

Pitiá, A. C. de A., & Santos, M. A. dos. (2006). O acompanhamento terapêutico como estratégia de continência do sofrimento psíquico. SMAD Revista Eletrônica Saúde Mental Álcool E Drogas (Edição Em Português), 2(2), 01-18. https://doi.org/10.11606/issn.1806-6976.v2i2p01-18

Edição

Seção

Artigo Original de Chamada