O consumo de álcool durante o tratamento da tuberculose

percepção dos pacientes

Autores

  • Cleidiani Baptista da Silva Universidade Federal do Rio de Janeiro; Escola de Enfermagem Anna Nery
  • Rute dos Santos Lafaiete Universidade Federal do Rio de Janeiro; Escola de Enfermagem Anna Nery
  • Marilurde Donato Universidade Federal do Rio de Janeiro; Escola de Enfermagem Anna Nery

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1806-6976.v7i1p10-17

Palavras-chave:

Tuberculose, Consumo de Bebidas Alcoólicas, Atenção Primária à Saúde

Resumo

O alcoolismo influencia no prognóstico da tuberculose (TB), e detectar seu uso, na Atenção Primária à Saúde, evita complicações. Objetivou-se descrever e analisar a percepção sobre o consumo de álcool no tratamento da TB, discutir as intervenções da equipe de saúde e da enfermagem. Trata-se de estudo descritivo, qualitativo, realizado no Rio de Janeiro, com 19 pacientes em tratamento da TB. Concluiu-se que os sujeitos percebem o consumo de álcool negativamente e os profissionais nem sempre orientam de forma contínua, mostrando que a enfermagem deve se inserir mais ativamente com ações educativas, de forma compreensiva. Recomenda-se a intervenção breve para a promoção da saúde e prevenção de danos à população.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2011-04-01

Como Citar

Silva, C. B. da, Lafaiete, R. dos S., & Donato, M. (2011). O consumo de álcool durante o tratamento da tuberculose: percepção dos pacientes. SMAD, Revista Eletrônica Saúde Mental Álcool E Drogas (Edição Em Português), 7(1), 10-17. https://doi.org/10.11606/issn.1806-6976.v7i1p10-17

Edição

Seção

Artigo Original de Chamada