A produção científica internacional sobre redução de danos

uma análise comparativa entre MEDLINE e LILACS

Autores

  • Vilmar Ezequiel dos Santos Universidade de São Paulo; Escola de Enfermagem
  • Cássia Baldini Soares Universidade de São Paulo; Escola de Enfermagem
  • Célia Maria Sivalli Campos Universidade de São Paulo; Escola de Enfermagem

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1806-6976.v8i1p41-47

Palavras-chave:

Redução do Dano, Saúde Pública, Drogas Ilícitas, Literatura de Revisão como Assunto

Resumo

O objetivo deste trabalho foi descrever e analisar o percurso da redução de danos (RD) nos países onde foi difundida. Partiu-se do pressuposto de que a RD significa uma nova forma de compreender e intervir nos problemas relacionados ao uso de drogas. O método consistiu na revisão das publicações científicas disponibilizadas nas bases MEDLINE, no período de 1996 a 2006 e LILACS, sem restrição de período. A análise das publicações aponta para difusão das estratégias e ampliação do campo da RD em vários países, e mostra diferenças significativas nas suas características, quando comparados países de capitalismo central e periférico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2012-04-01

Como Citar

Santos, V. E. dos, Soares, C. B., & Campos, C. M. S. (2012). A produção científica internacional sobre redução de danos: uma análise comparativa entre MEDLINE e LILACS. SMAD, Revista Eletrônica Saúde Mental Álcool E Drogas (Edição Em Português), 8(1), 41-47. https://doi.org/10.11606/issn.1806-6976.v8i1p41-47

Edição

Seção

Artigo Original de Chamada