Consumo de crack e a tuberculose

uma revisão integrativa

Autores

  • Vania Dias Cruz Universidade Federal do Rio Grande
  • Jenifer Harter Universidade Federal de Pelotas
  • Michele Mandagará de Oliveira Universidade Federal de Pelotas; Faculdade de Enfermagem
  • Roxana Isabel Cardozo Gonzales Universidade Federal de Pelotas; Faculdade de Enfermagem
  • Poliana Farias Alves Universidade Federal de Pelotas

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1806-6976.v9i1p48-55

Palavras-chave:

Tuberculose; Cocaína Crack; Usuários de Drogas.

Resumo

Este artigo teve por objetivo verificar a produção científica quanto ao consumo de crack e seu favorecimento na ocorrência de tuberculose, identificando o principal enfoque adotado nessas publicações e descrevendo os principais resultados dos estudos encontrados. Trata-se de revisão integrativa nas bases de dados PubMed, LILACS e do portal SciELO. Os artigos encontrados têm como principais enfoques: o perfil e comportamento dos usuários; a relação entre a tuberculose e o uso da droga, e as estratégias de saúde apresentadas para o controle da tuberculose nesses indivíduos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2013-04-01

Como Citar

Cruz, V. D., Harter, J., Oliveira, M. M. de, Gonzales, R. I. C., & Alves, P. F. (2013). Consumo de crack e a tuberculose: uma revisão integrativa. SMAD Revista Eletrônica Saúde Mental Álcool E Drogas (Edição Em Português), 9(1), 48-55. https://doi.org/10.11606/issn.1806-6976.v9i1p48-55

Edição

Seção

Artigo de Revisão de Chamada