SMAD Revista Eletrônica Saúde Mental Álcool e Drogas (Edição em Português) https://www.revistas.usp.br/smad <p><strong>SMAD, Revista Eletrônica Saúde Mental Álcool e Drogas</strong> é uma revista on line, de acesso aberto, avaliada por pares, que recebe manuscritos de pesquisas que abordam todos os aspectos da saúde mental, uso de álcool, tabaco e outras drogas psicotrópicas sob diversos enfoques (psicossocial e da neurociência).</p> <p>São aceitas contribuições de pesquisadores de diversas áreas do conhecimento cujo objeto de pesquisa se refira aos conteúdos apresentados.</p> <p><strong><em>Idioma de submissão</em></strong></p> <p>Português, inglês ou espanhol</p> <p><strong><em>Missão</em></strong></p> <p>Compartilhar experiências e conhecimento produzidos por trabalhadores e pesquisadores da área de saúde mental, álcool e drogas.</p> Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo pt-BR SMAD Revista Eletrônica Saúde Mental Álcool e Drogas (Edição em Português) 1806-6976 Perfil sociodemográfico e clínico de usuários de substâncias psicoativas atendidos em hospital filantrópico acreditado https://www.revistas.usp.br/smad/article/view/163560 <p>Objetivo: descrever o perfil de usuários de substâncias psicoativas, seu desfecho e complicações clínicas. Método: estudo transversal com 67 pacientes em um hospital geral filantrópico acreditado. Análise descritiva exploratória a partir dos dados obtidos com os instrumentos Addicttion Severity Index – 6 e Alcohol Smoking and Substance Involvement Screening Test. Resultados: houve predominância do sexo masculino em 83,5% das causas de admissão, 32,8% estavam relacionadas ao sistema musculoesquelético, e 43,3% dos pacientes desconheciam comorbidades prévias. Prevalência de 73,7% do uso abusivo de álcool, 44,8% tiveram pontuação superior a 27 pontos, indicando necessidade de encaminhamento para especialidade psiquiátrica. Conclusão: carecem esforços no sentido de aprimorar e amadurecer processos para garantir a qualidade do serviço e segurança do paciente em envolvimento com substâncias psicoativas em hospital geral filantrópico.</p> Jaqueline Fátima de Souza Marcos Hirata Soares Jéssica Andrade Tizziani Copyright (c) 2021 SMAD Revista Eletrônica Saúde Mental Álcool e Drogas (Edição em Português) https://creativecommons.org/licenses/by-nc/2.0/br/ 2021-09-30 2021-09-30 17 3 7 17 10.11606/issn.1806-6976.smad.2021.163560 A construção de políticas públicas de saúde mental com foco no trabalhador rural https://www.revistas.usp.br/smad/article/view/166121 <p>Objetivo: analisar a inclusão da saúde mental do trabalhador rural na construção da agenda e implementação das principais políticas públicas de saúde do território nacional. Método: estudo de caráter transversal e interdisciplinar realiza pesquisa bibliográfica e documental, investigando o “lugar” da saúde mental do trabalhador rural na construção da Política Nacional de Saúde Mental, Política Nacional de Saúde do Trabalhador e a Política Nacional de Saúde Integral das Populações do Campo, da Floresta e Águas. Resultados: embora avanços tenham ocorrido no âmbito nacional da saúde mental e saúde do trabalhador, a inclusão do meio rural ainda é tímida e a consideração do sofrimento do trabalhador do campo é praticamente nula. Conclusão: o termo trabalhador rural é pouco citado nas principais políticas nacionais e sem conceito integrativo, sendo referenciado de forma fragmentada, descontextualizada e excludente no processo inicial da definição e construção das principais políticas públicas de saúde.</p> Cláudia Farias Pezzini Raimundo Nonato Cunha de França Copyright (c) 2021 SMAD Revista Eletrônica Saúde Mental Álcool e Drogas (Edição em Português) https://creativecommons.org/licenses/by-nc/2.0/br/ 2021-09-30 2021-09-30 17 3 18 26 10.11606/issn.1806-6976.smad.2021.166121 Centro de Referência de Álcool Tabaco e Outras Drogas: seis anos de uma intervenção https://www.revistas.usp.br/smad/article/view/169813 <p>Objetivo: descrever a evolução dos modelos de intervenção e tratamento do Centro de Referência de Álcool, Tabaco e Outras Drogas do Estado de São Paulo, apresentando dados de produção dos últimos 6 anos. Método: estudo transversal, retrospectivo, com dados e registros dos atendimentos realizados entre 2013 e 2018 em diversos setores do CRATOD. Resultados: o serviço contabilizou nos últimos seis anos 204.933 registros de atendimentos sendo 31.807 de casos novos, 12.318 testes rápidos para HIV, Sífilis, Hepatite B e C e atendeu 69 pacientes na Moradia Monitorada. Conclusão: a linha de cuidados do serviço engloba três premissas: acolhimento com escuta qualificada, tratamento ambulatorial/hospitalar e reinserção social, nesse contexto, o profissional de enfermagem aparece como peça fundamental durante todas as fases do tratamento. A consistência desse trabalho em conjunto com a equipe multiprofissional resultou na consolidação e estruturação de um fluxo de atendimento que visa a constante motivação e cuidado do dependente químico.</p> <p> </p> Marcelo Ribeiro Luciane Ogata Perrenoud Rosana Frajzinger Ana Leonor Sala Alonso Sonia Palma Antonio Pires Barbosa Copyright (c) 2021 SMAD Revista Eletrônica Saúde Mental Álcool e Drogas (Edição em Português) https://creativecommons.org/licenses/by-nc/2.0/br/ 2021-09-30 2021-09-30 17 3 27 36 10.11606/issn.1806-6976.smad.2020.169813 Percurso formativo na Rede de Atenção Psicossocial: inovação e transformação nas práticas em saúde mental https://www.revistas.usp.br/smad/article/view/169923 <p>Objetivo: descrever as transformações decorrentes da participação de trabalhadores da Secretaria Municipal de Saúde de Guaíba/RS no projeto “Percursos Formativos na Rede de Atenção Psicossocial: Intercâmbio entre experiências”, do Ministério da Saúde. Métodos: estudo qualitativo, descritivo, em que foram realizadas entrevistas semiestruturadas individuais com 22 participantes e consultas a documentos pertinentes ao projeto. Utilizou-se análise de conteúdo de Bardin. Resultados: apresentados em dois eixos: “Intercâmbio como estratégia inovadora na formação”, “Ressignificação das práticas no campo da saúde mental”. Identificaram-se mudanças nos processos de trabalho decorrentes do aumento da visibilidade do campo da saúde mental e melhorias na atenção aos usuários, com destaque para práticas alinhadas à humanização do cuidado. Detectou-se incremento na motivação dos trabalhadores e maior articulação entre os serviços da rede. O projeto apresentou características inovadoras de formação e sua execução foi decisiva nas transformações que já estavam em curso. A pesquisa evidenciou a relação entre experiências de formação e processos de cuidado mais afeitos a uma produção de saúde crítica, reflexiva, criativa e emancipatória. Conclusão: desvela-se desenvolvimento de forte e duradouro senso de crítica e de necessidade de inovação em saúde mental, que parecem ter emergido com mais vigor durante a realização do projeto. </p> Larissa Weber Roger dos Santos Rosa Marina da Silva Sanes Jaime Alonso Caravaca-Morera Copyright (c) 2021 SMAD Revista Eletrônica Saúde Mental Álcool e Drogas (Edição em Português) https://creativecommons.org/licenses/by-nc/2.0/br/ 2021-09-30 2021-09-30 17 3 37 46 10.11606/issn.1806-6976.smad.2020.169923 Repercussões da experiência artística frente ao sofrimento psíquico grave, ao internamento e à exclusão social https://www.revistas.usp.br/smad/article/view/170011 <pre class="western">Objetivo: analisar a elaboração de novas perspectivas pelos atores-criadores de Projeto Bispo: tratados como bicho, comportam-se como um sobre o sofrimento psíquico grave, o internamento e a exclusão social. Método: trata-se de pesquisa qualitativa em saúde que associou pesquisa bibliográfica, trabalho de campo e entrevistas semiestruturadas desenvolvidas e aplicadas pela pesquisadora. Sete artistas foram entrevistados entre junho e agosto de 2018. No tratamento das entrevistas, seguiu-se a análise de conteúdo com a técnica de análise temática. Resultados: o estudo revelou que O Coletivo operou experimentação na qual os artistas participaram do levantamento do material teórico que serviu de base às discussões estéticas, realizaram exploração do espaço urbano, fabricaram figurinos e objetos cênicos e elaboraram narrativas a partir das atividades coletivas. O encontro entre artistas e indivíduos em situação de rua, que perderam seu lugar social, sobretudo, devido ao uso de álcool e outras drogas, possibilitou a apropriação dessa temática no espetáculo. Conclusão: além da transformação da perspectiva dos artistas, a dramaturgia empreendida pelo grupo de teatro trouxe a percepção de que é possível provocar a formação de novas concepções e discursos a respeito do sofrimento psíquico severo, do internamento e da exclusão social por meio da arte. </pre> Ana Paula Vicente Oliveira Maria Inês Badaró Moreira Copyright (c) 2021 SMAD Revista Eletrônica Saúde Mental Álcool e Drogas (Edição em Português) https://creativecommons.org/licenses/by-nc/2.0/br/ 2021-09-30 2021-09-30 17 3 47 56 10.11606/issn.1806-6976.smad.2021.170011 Enfermagem Psiquiátrica, Saúde Mental e as Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Enfermagem https://www.revistas.usp.br/smad/article/view/174632 <p>Objetivo: analisar as recomendações para a reformulação das Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Enfermagem (Resolução nº 573, de 31 de janeiro de 2018) no que tange ao ensino da Enfermagem Psiquiátrica e Saúde Mental no processo formador do enfermeiro. Método: trata-se de um estudo documental. A coleta de dados foi realizada a partir de busca textual sobre o tema em diferentes sítios de pesquisa. Os dados foram tabulados com o uso do software Web Qualitative Data Analysis e submetidos à Análise de Conteúdo. As categorias encontradas foram: O cuidado de Enfermagem em saúde mental é um direito de todos; O cuidado de Enfermagem em saúde mental considera a singularidade do sujeito. Resultados: as recomendações fortalecem o ensino de Enfermagem Psiquiátrica e Saúde Mental, trazendo protagonismo para a área no contexto do cuidado em saúde. Conclusão: as recomendações atendem às questões contemporâneas associadas ao sofrimento mental nas populações. A formação do enfermeiro deve atender às questões sociais, políticas e do mercado, considerando os determinantes sociais em saúde e saúde mental.</p> Amanda Márcia dos Santos Reinaldo Girliani Silva de Souza Belisa Vieira da Silveira Copyright (c) 2021 SMAD Revista Eletrônica Saúde Mental Álcool e Drogas (Edição em Português) https://creativecommons.org/licenses/by-nc/2.0/br/ 2021-09-30 2021-09-30 17 3 57 66 10.11606/issn.1806-6976.smad.2021.174632 Perfil, produção e avaliação de participantes das Américas e África em uma especialização sobre drogas https://www.revistas.usp.br/smad/article/view/175834 <p>Objetivo: identificar perfil, produção e avaliação dos profissionais das Américas e da África em Cursos de Especialização em drogas. Método: estudo retrospectivo documental, baseado em dados secundários, através das fichas de registro de todas as versões dos Cursos de Especialização para formação de pesquisadores em álcool e outras drogas psicoativas (2002 a 2015), promovido pela Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. Resultados: houve a participação de 258 pessoas, sendo 62% da América do Sul e 38% da América do Norte, América Central e África Portuguesa. A maioria do sexo feminino (77,0%), faixa etária de 30 a 59 anos (81,8%), com mestrado (51,2%), da área de ciências da saúde (79,5%) e atuando como docentes universitários (82,6%). Dos participantes, 176 finalizaram o curso com publicações e submissões de trabalhos científicos. Na avaliação final, a maioria referiu satisfação com o curso e que indicaria para outros profissionais. Considerações finais: o estudo apresentou os resultados de uma experiência exitosa e organizada, oferecida pela enfermagem brasileira, na capacitação de pesquisadores, proporcionando a ampliação e disseminação do conhecimento científico sobre o fenômeno das drogas por mais de uma década, tanto em território nacional como em outros países da América e África.</p> Margarita Antonia Villar Luis Alisséia Guimarães Lemes Deivson Wendell da Costa Lima Liliane Santos da Silva Vagner Ferreira do Nascimento Copyright (c) 2021 SMAD Revista Eletrônica Saúde Mental Álcool e Drogas (Edição em Português) https://creativecommons.org/licenses/by-nc/2.0/br/ 2021-09-30 2021-09-30 17 3 67 77 10.11606/issn.1806-6976.smad.2021.175834 Diretrizes da Organização Mundial da Saúde relacionadas aos recursos humanos em saúde mental https://www.revistas.usp.br/smad/article/view/182144 <p>Objetivo: avaliar, com base em documentos-chave, o escopo, potencial e desafios para a atuação de recursos humanos na área de saúde mental. Método: pesquisa documental, descritiva, realizada por meio da análise de três documentos de domínio público, considerados centrais para a formulação de políticas e programas na área de saúde mental, propostos e aprovados no contexto da OMS e, portanto, aplicáveis a todos os seus países membros. As categorias analíticas foram formuladas mediante análise por comparação dos dados. Resultados: Em um contexto em que a maioria dos países com baixa e média renda possui poucos recursos humanos treinados e disponíveis, os documentos demonstram que a realidade brasileira não é isolada, mas reflexo de uma cultura centrada em modelo predominantemente biomédico na saúde, bem como na saúde mental. Conclusão: os documentos demonstram as fragilidades dos serviços de saúde mental e remetem aos desafios vivenciados na área de recursos humanos, já que muitos profissionais não têm a formação adequada ou não se sentem atraídos para atuarem na saúde mental.</p> Carla Aparecida Arena Ventura Isabel Amelia Costa Mendes Ana Beatriz Rizzo Zanardo Ítalo Rodolfo Silva Copyright (c) 2021 SMAD Revista Eletrônica Saúde Mental Álcool e Drogas (Edição em Português) https://creativecommons.org/licenses/by-nc/2.0/br/ 2021-09-30 2021-09-30 17 3 78 87 10.11606/issn.1806-6976.smad.2021.182144 Saúde mental, transtorno por uso de substâncias e transtorno por uso de opioides: atualizações e estratégias de tratamento https://www.revistas.usp.br/smad/article/view/187412 <p>Objetivo: descrever as principais estratégias para abordar lacunas na identificação, tratamento e treinamento sobre saúde mental, transtorno do uso de substâncias (TUS) e transtorno do uso de opioides (TUO). Método: trata-se de uma revisão narrativa, a partir de artigos recentes e de publicações de instituições que abordam a temática da saúde mental e<br />da dependência química reconhecidas internacionalmente. Resultados: a prevalência de uso concomitante de substâncias e transtornos psiquiátricos/de saúde mental tem sido elevada e continua crescente, compondo problemas complexos que implicam em desafios de tratamento multifacetados, incluindo condições médicas, deficiências, falta de moradia, abandono de medicamentos e altas taxas de recaída. O tratamento de TUS’s e TUO’s são questões individualmente complexas. A combinação dos dois transtornos requer uma abordagem de diagnóstico e tratamento dedicada e multifacetada. Conclusão: como a prevalência de TUO’s, TUS’s e COD’s continua a aumentar, enfermeiros e profissionais de saúde devem estar preparados para diagnosticar, tratar e/ou encaminhar os usuários para garantir o cuidado adequado e a recuperação a longo prazo dos indivíduos acometidos. </p> Rebecca Owens Maxine Smalling Joyce Fitzpatrick Copyright (c) 2021 SMAD Revista Eletrônica Saúde Mental Álcool e Drogas (Edição em Português) https://creativecommons.org/licenses/by-nc/2.0/br/ 2021-10-13 2021-10-13 17 3 88 100 10.11606/issn.1806-6976.smad.2021.187412 Recursos humanos em saúde mental, álcool e drogas: formação e competências nas Américas https://www.revistas.usp.br/smad/article/view/190336 Elizabeth Esperidião Maria Giovana Borges Saidel Jeferson Rodrigues Sônia Barros Copyright (c) 2021 https://creativecommons.org/licenses/by-nc/2.0/br/ 2021-09-30 2021-09-30 17 3 4 6 10.11606/issn.1806-6976.smad.2021.000178 Recursos Humanos em Saúde Mental, Álcool e outras Drogas: Diretrizes globais e nas Américas https://www.revistas.usp.br/smad/article/view/191235 Carla Aparecida Arena Ventura Copyright (c) 2021 https://creativecommons.org/licenses/by-nc/2.0/br/ 2021-09-30 2021-09-30 17 3 1 3 10.11606/issn.1806-6976.smad.2021.000188