Modelo: a noção síntese das concepções filosóficas de Boltzmann

Autores

  • Antonio Augusto Passos Videira Universidade Estadual do Rio de Janeiro; Instituto de Filosofia e Ciências Humanas

DOI:

https://doi.org/10.1590/S1678-31662013000200007

Resumo

Esta introdução descreve os mais importantes dados biográficos da vida e da obra do físico teórico austríaco Ludwig Boltzmann (1844-1906). As principais contribuições científicas de Boltzmann situam-se nos domínios da teoria cinética dos gases e mecânica estatística, da qual ele foi um dos fundadores. A tese de que as teorias científicas são representações dos fenômenos naturais é encontrada em todos os artigos de Boltzmann. No verbete "modelo", ela é apresentada de modo mais organizado, o que o torna uma peça fundamental para a compreensão do pensamento filosófico do físico austríaco. O verbete, publicado na famosa enciclopédia Britannica, foi escrito para o público em geral. Ainda assim, Boltzmann não se eximiu de tomar partido em favor do uso de modelos. Estes últimos não apenas seriam inevitáveis, mas necessários, uma vez que tornavam possível o aperfeiçoamento contínuo da ciência.

Downloads

Publicado

2013-06-01

Como Citar

Videira, A. A. P. (2013). Modelo: a noção síntese das concepções filosóficas de Boltzmann . Scientiae Studia, 11(2), 373-380. https://doi.org/10.1590/S1678-31662013000200007

Edição

Seção

Documentos Científicos