Safatle, V. (2015) “ Uma certa latitude: Georges Canguilhem, biopolítica e vida como errância ”, Scientiae Studia, 13(2), p. 335-367. doi: 10.1590/S1678-31662015000200005.