A janela da esquina: E.T.A. Hoffmann, arte e prosaísmo

  • Karin Volobuef Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"
Palavras-chave: E. T. A. Hoffmann, “A janela de esquina do primo”, romantismo

Resumo

E. T. A. Hoffmann produziu muitos textos que tratam da figura do artista genial e seu confronto com a sociedade burguesa na Alemanha no início do século XIX. Conforme vemos em “A janela de esquina do primo” (1822), a delicada questão da arte versus mundo remete às diferentes formas de perceber e interpretar a “realidade”, o que problematiza a própria noção de representação do real pela obra literária.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Karin Volobuef, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"
Karin Volobuef é docente da UNESP-Araraquara desde 1992. É autora do livro Frestas e arestas: A prosa de ficção do romantismo na Alemanha e no Brasil (unesp) e de artigos publicados em periódicos como E. T. A. Hoffmann-Jahrbuch (Erich Schmidt Verlag), Pandaemonium Germanicum (USP/Humanitas), Revista Letras (UFPR), Itinerários (UNESP), Contexto (UFES), Signótica (UFG. Traduziu narrativas de E. T. A. Hoffmann, Ludwig Tieck, Friedrich de La Motte-Fouqué.
Publicado
2013-12-23
Como Citar
Volobuef, K. (2013). A janela da esquina: E.T.A. Hoffmann, arte e prosaísmo. Teresa, (12-13), 362-372. Recuperado de https://www.revistas.usp.br/teresa/article/view/99399