[1]
Z. Mikhail, “O autor do livro (não) sou eu”, Teresa, nº 4-5, p. 394-397, dez. 2003.