[1]
C. Cunha, Poema sem razão, Teresa, nº 12-13, p. 430-454, dez. 2013.