O padrão de estilo de Goodland e Colchie no processo tradutório de brasileirismos comparado com as obras literárias brasileiras presentes no Translational English Corpus (Tec)

  • Talita Serpa Universidade Estadual Paulista
  • Celso Fernando Rocha Ibilce/ Unesp
  • Diva Cardoso de Camargo
Palavras-chave: Estudos da Tradução Baseados em Corpus, Padrões estilísticos, Brasileirismos, Variação, Empréstimo

Resumo

Este artigo tem por objetivo analisar possíveis padrões estilísticos relacionados com o processo de tradução dos brasileirismos presentes em uma obra de Darcy Ribeiro, Maíra (1978), comparando-a com outras traduções de publicações brasileiras que integram o Translational English Corpus (TEC). Nossa investigação emprega obras canônicas dos Estudos da Tradução Baseados em Corpus (OLOHAN 2001; BAKER 1992 1993 1995; CAMARGO 2005 2007), assim como da Terminologia (FAULSTICH 1995 2001 2002; BARBOSA 2006), a fim de que observemos os dados mediante o uso do software WordSmith Tools - versión 4.0 (SCOTT 2004) e do TEC Tools. Procuramos, portanto, promover uma observação reflexiva dos brasileirismos, considerando a variação e os emprésticos, proporcionando subsídios para a compreensão da tradução como uma ferramenta social e como um comportamento linguístico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Talita Serpa, Universidade Estadual Paulista

Doutora pelo programa de pós-graduação em estudos linguísticos da Universidade Estadual Paulista - Campus de São José do Rio Preto. Professora Titular do curso de Letras Tradutor e Intérprete da União das Faculdades dos Grandes Lagos.

Celso Fernando Rocha, Ibilce/ Unesp

Doutor em Lingüística Aplicada pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2010) e
graduação em Bacharelado em Letras Tradução (inglês/espanhol) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de
Mesquita Filho (2004). Atualmente é Professor Efetivo da Unesp - São José do Rio Preto.

Diva Cardoso de Camargo

Diva Cardoso de Camargo possui Doutorado em Tradução pela Universidade de São Paulo (1993), Pósdoutorado em Estudos da Tradução por The University of Manchester (2003), Livre-Docência em Estudos
da Tradução pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2005). Atualmente é Professor
Adjunto-MS5, Aposentada da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, câmpus de São
José do Rio Preto, onde atua como Professor Voluntário. Também atua como Professora Plena do
Programa de Pós-Graduação em Estudos da Tradução, da USP, e do Programa de Pós-Graduação em
Letras, da UNIOESTE, câmpus de Cascavel. Ministra cursos em teoria da tradução e tradução literária, e
desenvolve projetos de pesquisa em tradução (literária, especializada e juramentada), literatura e
linguística de corpus. É Pesquisadora do CNPq, e autora de vários artigos em periódicos nacionais e
internacionais e capítulos de livros.

Publicado
2019-05-17
Como Citar
Serpa, T., Rocha, C., & de Camargo, D. (2019). O padrão de estilo de Goodland e Colchie no processo tradutório de brasileirismos comparado com as obras literárias brasileiras presentes no Translational English Corpus (Tec). Tradterm, 33, 5-25. https://doi.org/10.11606/issn.2317-9511.v33i0p5-25
Seção
Artigos