Aspectos de terminologia geral e terminologia variacionista

Autores

  • Enilde Faulstich Universidade de Brasília.

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2317-9511.tradterm.2001.49140

Palavras-chave:

Terminologia, variação, descrição terminológica, diversidade, normatização, univocidade.

Resumo

As duas leituras que hoje se fazem da terminologia consideram o termo, na ótica do prescritivismo ou com base nas teorias de variação língüística. Para alguns, o termo é a denominação de uma noção unívoca; para outros, os termos são entidades variantes, porque fazem parte de situações comunicativas distintas e funcionam na diversidade da(s) língua(s). No contexto de variedades, a gramática que rege os termos não é outra senão aquela mesma que estrutura os lexames. O que distingue termos de lexames é a semântica pragmática, por meio da qual identificamos o movimento gramatical e conceitual do termo. Um modelo de análise possível é o que parte do funcionalismo, que proporciona a criação de categorias e de tipos de variantes terminológicas em consonância com os usos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Enilde Faulstich, Universidade de Brasília.

Instituto de Letras (IL), Universidade de Brasília (UnB), Brasil.

Downloads

Publicado

2001-12-18

Como Citar

Faulstich, E. (2001). Aspectos de terminologia geral e terminologia variacionista. Tradterm, 7, 11-40. https://doi.org/10.11606/issn.2317-9511.tradterm.2001.49140

Edição

Seção

Terminologia