Variação em legendas de filme traduzidas: a representação da fala de personagens pertencentes a grupos socialmente desprestigiados

Autores

  • Tiago Pereira Rodrigues
  • Cristine Gorski Severo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2317-9511.tradterm.2013.69134

Palavras-chave:

Variação Linguística, Sociolinguística, Tradução Audiovisual, Legendagem.

Resumo

A presente análise de traduções de legendas  fílmicas a partir de uma abordagem de variação na fala e na escrita permite que se considerem as especificidades linguísticas e ideológicas da linguagem oral de grupos estigmatizados e suas respectivas condições socioeconômicas e culturais no processo tradutório. Conforme vem nos mostrando o trabalho dos legendistas, verifica-se que não lhes é exigido conhecimento prévio da variabilidade linguística e das questões interculturais que a permeiam para a realização de seu trabalho. Assim, acredita-se que este artigo possa proporcionar às empresas legendadoras e aos profissionais em tradução de legendas o reconhecimento da variabilidade linguística, bem como seu contexto sociocultural, de modo que possam considerá-los na tradução de legendas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tiago Pereira Rodrigues

Graduando em Licenciatura Plena em Letras – Português e Inglês na Universidade Federal de São Carlos. Foi bolsista de iniciação científica pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo – FAPESP, sob orientação da Prof.ª Dr.ª Cristine Gorski Severo, tendo como produto a pesquisa intitulada Variação em legendas de filme traduzidas: a representação da fala de personagens pertencentes a grupos socialmente desprestigiados. Atualmente integra o Grupo de Estudos e Pesquisa em Terminologia – GETerm da UFSCar e trabalha na Embrapa: Informática Agropecuária, onde estagia nas áreas de Estudos do Léxico (Lexicologia, Lexicografia e Terminologia) e Morfologia da Língua Portuguesa. Tem interesse em Fonética e Fonologia, Morfologia, Estudos do Léxico (Lexicologia, Lexicografia e Terminologia), Sintaxe, Semântica Lexical, Variação Linguística, Tradução Audiovisual (Dublagem e Legendagem) e Ensino e Aprendizagem de Língua Portuguesa.

Cristine Gorski Severo

Tem mestrado e doutorado em Teoria e Análise Linguística pela Universidade Federal de Santa Catarina. É professora adjunta II da UFSC e atua no curso de pós-graduação em Linguística. É líder do grupo de pesquisa Discursos e identidades: questões de política e ética e integra como pesquisadora o Grupos de Estudos Interdisciplinares em Literatura e Teoria Literária (UFVJM). Tem interesse nas seguintes áreas: Estudos Foucaultianos e Bakhtinianos da Linguagem, Políticas Linguísticas e Estudos de Variação/Mudança. Publicou dezenas de artigos em revistas especializadas, como as revistas da ANPOLL, RBLA e DELTA, além do livro Loucura(s) e família(s): análise de práticas discursivas.

Downloads

Publicado

2013-12-17

Como Citar

Rodrigues, T. P., & Severo, C. G. (2013). Variação em legendas de filme traduzidas: a representação da fala de personagens pertencentes a grupos socialmente desprestigiados. Tradterm, 22, 303-326. https://doi.org/10.11606/issn.2317-9511.tradterm.2013.69134

Edição

Seção

Artigos