“Jovens de regiões desfavorecidas”: delinquência, conflito e radicalização islamita

  • Gérard Mauger Centro Nacional de Pesquisa Científica - CNRS
Palavras-chave: Classes populares, Crise de reprodução, Cultura de rua, Delinquência, Enquadramento, Conflito, Não empregabilidade, Radicalização islamita.

Resumo

Para abordarmos sociologicamente a ancoragem da delinquência, das violências urbanas e da radicalização islamita numa fração de jovens de regiões desfavorecidas, estudamos inicialmente a crise de reprodução das classes populares associadas às transformações do mercado de trabalho, do sistema escolar, do espaço residencial e do enquadramento desses jovens de regiões desfavorecidas. Em seguida, estreitando o foco da observação, consideramos a sociogênese da cultura de rua (os legados do pobre com fracasso escolar, o investimento na cultura de rua e a não empregabilidade), para focalizar, enfim, o mundo dos bandos e o meio da delinquência profissional, as práticas de desordem e o ressurgimento de práticas religiosas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gérard Mauger, Centro Nacional de Pesquisa Científica - CNRS
Diretor de pesquisa emérito do CNRS (Centro Nacional de Pesquisa Científica)e pesquisador no Centro de Sociologia Europeia (CNRS-Ehess)
Publicado
2016-09-06
Como Citar
Mauger, G. (2016). “Jovens de regiões desfavorecidas”: delinquência, conflito e radicalização islamita. Tempo Social, 28(2), 39-56. https://doi.org/10.11606/0103-2070.ts.2016.110569
Seção
Dossiê - Classes Sociais e Desigualdades: sociabilidade, cultura, política