A antropologia urbana e os desafios da metrópole

Autores

  • José Guilherme Cantor Magnani USP; Departamento de Antropologia; NAU

DOI:

https://doi.org/10.1590/S0103-20702003000100005

Palavras-chave:

Antropologia urbana, Etnografia, Metrópole, Pesquisa de campo

Resumo

O texto analisa a situação da disciplina antropologia urbana no campo das ciências sociais e sua contribuição para o estudo e a compreensão do fenômeno urbano, principalmente no caso das grandes metrópoles contemporâneas. O eixo da argumentação é o de que, para realizar essa tarefa, a antropologia urbana tem à sua disposição o método etnográfico, porém o desafio é aplicar essa abordagem sem cair na "tentação da aldeia", isto é, a de buscar na heterogênea realidade das grandes cidades as condições da aldeia - pequenos grupos, contextos limitados - supostamente identificadas com o enfoque etnográfico. Vários exemplos de pesquisas recentes sobre a cidade de São Paulo, realizados no Núcleo de Antropologia Urbana (NAU) e no Departamento de Antropologia da USP são apresentados para mostrar as potencialidades da aplicação de conceitos, técnicas e métodos desenvolvidos na antropologia e, em particular, na antropologia urbana, para o estudo de formas de sociabilidade e práticas culturais na escala da metrópole.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2003-04-01

Como Citar

Magnani, J. G. C. (2003). A antropologia urbana e os desafios da metrópole . Tempo Social, 15(1), 81-95. https://doi.org/10.1590/S0103-20702003000100005

Edição

Seção

Aula Inaugural