Ensino Superior no Brasil das últimas décadas: redução nas desigualdades de acesso?

Palavras-chave: Ensino superior, Acesso, Desigualdades, Expansão, Brasil

Resumo

Nas últimas décadas podemos identificar uma significativa expansão do Ensino Superior no Brasil, acompanhada de importantes alterações na composição socioeconômica dos estudantes. O objetivo principal deste trabalho é verificar se esses movimentos levaram também a uma redução das desigualdades nas chances de acesso a esse nível educacional. Com base nos dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (IBGE), para os anos de 1995, 2005 e 2015, buscaremos não somente descrever as tendências observadas nas duas últimas décadas, como também testar empiricamente, por meio de modelos multivariados, a hipótese de redução das desigualdades de acesso. Mais especificamente, estaremos interessados em avaliar a possível redução dos efeitos de classe de origem sobre as chances de acesso ao Ensino Superior, assim como sobre a qualidade desse acesso, se através da rede pública ou privada, ao longo das últimas duas décadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

André Salata, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS)

Professor adjunto do Programa de Pós-graduação em Ciências Sociais da PUCRS

Publicado
2018-07-28
Como Citar
Salata, A. (2018). Ensino Superior no Brasil das últimas décadas: redução nas desigualdades de acesso?. Tempo Social, 30(2), 219-253. https://doi.org/10.11606/0103-2070.ts.2018.125482
Seção
Artigos