Vidas paralelas: Foucault, Pierre Rivière e Herculine Barbin

  • Daniel Pereira Andrade Universidade de São Paulo; Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas; Departamento de Sociologia
Palavras-chave: Foucault, Autobiografias, Vidas paralelas, Subjetividade

Resumo

Michel Foucault publicou duas autobiografias: a de Pierre Rivière e a de Herculine Barbin. Para tentar esclarecer como as pensou e o que pretendia ao publicá-las, é tomada como chave a apresentação escrita por ele para a coleção Vies Parallèles. Vidas paralelas são aquelas que, devido às suas diferenças, são condenadas e separadas. Contudo, no exato momento em que esse movimento de separação opera, algumas delas deixam para trás rastros: suas autobiografias. Esses rastros instantâneos e fulgurantes iluminam as batalhas que logo são esquecidas sob a obscuridade do estigma, mas que constroem nossa subjetividade assujeitada.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2007-11-01
Como Citar
Andrade, D. (2007). Vidas paralelas: Foucault, Pierre Rivière e Herculine Barbin . Tempo Social, 19(2), 233-252. https://doi.org/10.1590/S0103-20702007000200009
Seção
Artigos