Crítica, combate e deriva do campo literário em Alceu Amoroso Lima

  • Guilherme Simões Gomes Júnior PUC-SP; Departamento de Antropologia PEPG em Ciências Sociais
Palavras-chave: Alceu Amoroso Lima, Crítica literária, Pensamento brasileiro, Modernismo, Geração de 1945

Resumo

O artigo trata dos anos de formação de Alceu Amoroso Lima, na época em que se emerge como um dos principais críticos da década de 1920. Destaca o papel combativo que fez dele um homem da continuidade e um adversário dos modernistas de São Paulo - Mário de Andrade, Oswald de Andrade, Sérgio Buarque de Holanda - que, apesar de fustigados, reconheceram sua potência crítica. Trata também das duas reorientações que o levaram, primeiro, à condição de paladino do catolicismo ultramontano e, depois, ao aggiornamento, na mudança de rota da igreja católica no ocaso do fascismo, o que fez dele homem-chave na contensão das tendências radicais do modernismo e também no advento da geração de 1945. O resgate da trajetória do crítico permite o exame das relações entre os campos político, religioso e literário, na primeira metade do século XX

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2011-11-01
Como Citar
Gomes Júnior, G. (2011). Crítica, combate e deriva do campo literário em Alceu Amoroso Lima . Tempo Social, 23(2), 101-133. https://doi.org/10.1590/S0103-20702011000200005
Seção
Dossiê - Crítica Literária