Observações sobre a falência dos modelos policiais

  • Marcos Luiz Bretas Fundação Casa de Rui Barbosa (Rio de Janeiro)
Palavras-chave: Polícia, Organizações, Visões de mundo, Elites.

Resumo

O trabalho busca apontar como em diferentes contextos nacionais a polícia se estruturou de formas burocráticas diversas, mas que, ao mesmo tempo, a experiência organizacional produziu agentes policiais com visões de mundo bastante semelhantes. Polícias sob o controle de governos centrais ou locais são ocupadas por pessoal que se expressa da mesma forma. O artigo oferece como hipótese que isso se deve às experiências diárias comuns a todos os sistemas policiais, fazendo da atividade cotidiana o foco da compreensão das práticas policiais. Em seguida, como exemplo, o trabalho busca analisar a prática da polícia carioca no início do século XX, em seus contatos com membros das elites, mostrando como essas práticas produzem, ao mesmo tempo, os limites da autoridade policial e a percepção das áreas onde seu poder pode ser exercido de forma extralegal.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Como Citar
Bretas, M. L. (1). Observações sobre a falência dos modelos policiais. Tempo Social, 9(1), 79-94. https://doi.org/10.1590/ts.v9i1.86441
Seção
Estratégias de Intervenção Policial no Estado Contemporâneo