Conflitualidade e violência: reflexões sobre a anomia na contemporaneidade

  • Sérgio Adorno Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Palavras-chave: Anomia, Autoridade, Lei e ordem, Violência, Crime organizado, Narcotráfico

Resumo

A partir de uma análise crítica de ensaio de Ralph Dahrendorf, Law and Order (1985), sobre a erosão da lei e da ordem na sociedade contemporânea, procura-se desconstruir os argumentos contidos no ensaio sugerindo as mudanças que incidem sobre o modo de assujeitamento dos indivíduos. Mais do que liberação dos indivíduos dos liames e controles sociais, para além de um problema de “ligaduras”, o que parece estar no centro das radicais transformações da ordem neste final do século é o modo como os indivíduos governam a si e aos outros (Foucault, 1984). Para sustentar esta hipótese, toma-se como referência para a análise um caso determinado: a colonização da criminalidade urbana pelo crime organizado, em particular por uma das modalidades mais emblemáticas de produção da violência no mundo contemporâneo – o narcotráfico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sérgio Adorno, Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Professor do Departamento de Sociologia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo (FFLCH-USP)
Como Citar
Adorno, S. (1). Conflitualidade e violência: reflexões sobre a anomia na contemporaneidade. Tempo Social, 10(1), 19-47. https://doi.org/10.1590/ts.v10i1.86698
Seção
Artigos