Camus na festa do Bom Jesus

  • Alfredo Bosi Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Palavras-chave: Albert Camus, Literatura de resistência, Literatura francesa - conto

Resumo

Este ensaio analisa o conto de Albert Camus La pierre qui pousse, “a pedra que brota”, incluído em seu livro L’exil et le royaume. O episódio tem lugar em Iguape, durante a festa dedicada ao Bom Jesus, o santo padroeiro da cidade. Um engenheiro francês, d’Arrast, ao chegar em Iguape, encontra um pobre, negro, que havia prometido carregar uma enorme pedra para agradecer um milagre recebido do Bom Jesus. O conto é um tocante exemplo de literatura de resistência: foi escrito logo após a viagem que Camus fez ao Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alfredo Bosi, Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Professor de literatura brasileira na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo (FFLCH/USP)
Como Citar
Bosi, A. (1). Camus na festa do Bom Jesus. Tempo Social, 10(1), 49-63. https://doi.org/10.1590/ts.v10i1.86699
Seção
Artigos