A classe média no mundo do neoliberalismo

  • Roberto Grun Universidade Federal de São Carlos
Palavras-chave: Classes médias, Neoliberalismo, Sociologia econômica, Convenções cognitivas, Convenções econômicas

Resumo

O texto procura dar conta das recentes transformações na maneira como as classes médias brasileiras apreendem e dão sentido à sua vida na esfera econômica. Para isso, utiliza dados e análises de pesquisas sobre transformações em ambientes de trabalho burocráticos, construção de espaços argumentativos dos gerentes, formas tradicionais e mais recentes do pequeno comércio e sobre o também recente fenômeno do desemprego gerencial. Procura entender o problema mediante um estudo de transformações das convenções cognitivas implícitas nas formas de se entender o mundo social e seus reflexos nas vivências da esfera econômica. Da análise emerge um interessante caso de cegueira institucional, onde todas as evidências que põem em xeque a nova ordem são descartadas e onde a antiga divisão das classes médias em estratos assalariados e autônomos tem de ser repensado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Roberto Grun, Universidade Federal de São Carlos
Professor do Departamento de Engenharia de Produção da Universidade Federal de São Carlos
Como Citar
Grun, R. (1). A classe média no mundo do neoliberalismo. Tempo Social, 10(1), 143-163. https://doi.org/10.1590/ts.v10i1.86764
Seção
Dossiê Trabalho