[1]
R. da Rosa Bordignon, “Coelho Netto, o ‘homem com profissão’”, Tempo Soc., vol. 32, nº 2, p. 79-100, ago. 2020.