O JORNAL COMO FONTE LITERÁRIA NA VIRADA DO SÉCULO XIX PARA O XX: O CASO DE SÃO PAULO

Autores

  • Rafael Rodrigo Ferreira Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/va.v0i34.145826

Palavras-chave:

literatura, jornalismo, imprensa, modernidade, São Paulo

Resumo

O seguinte trabalho pretende reivindicar a importância do jornal para os estudos literários da Primeira República (1889-1930), na medida em que expõe particularidades do caso paulista, bem como disserta acerca de possíveis problemas de parcela significativa da crítica literária que, desatenta aos compartilhamentos entre literatura e jornalismo, ofusca, consequentemente, processos indispensáveis para a compreensão da constituição das letras brasileiras.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Rafael Rodrigo Ferreira, Universidade de São Paulo

    Bacharel em Letras - português/espanhol (2015) e mestre em Literatura Brasileira pela Universidade de São Paulo (2018). Atualmente dedica-se à pesquisa de doutorado em Literatura Brasileira na mesma instituição.

Downloads

Publicado

2018-12-21

Edição

Seção

Dossiê 34: Literatura e Jornalismo: suportes e fronteiras

Como Citar

FERREIRA, Rafael Rodrigo. O JORNAL COMO FONTE LITERÁRIA NA VIRADA DO SÉCULO XIX PARA O XX: O CASO DE SÃO PAULO. Via Atlântica, São Paulo, v. 19, n. 2, p. 81–95, 2018. DOI: 10.11606/va.v0i34.145826. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/viaatlantica/article/view/145826.. Acesso em: 16 abr. 2024.