TEMPOS DE PAZ E GUERRA EM DILI, CAPITAL DO TIMOR PORTUGUÊS, NO ROMANCE REQUIEM PARA O NAVEGADOR SOLITÁRIO (2007), DE LUÍS CARDOSO

Autores

  • Denise Rocha Universidade Federal do Ceará

DOI:

https://doi.org/10.11606/va.i38.147914

Palavras-chave:

literatura timorense, Luís Cardoso, Díli, espaço

Resumo

O objetivo desse estudo é analisar as memórias da chinesa Catarina no romance Requiem para o navegador solitário (2005), do timorense Luís Cardoso, que refletem as distintas imagens de Díli, a capital multiétnica, multicultural e multilinguística do Timor Português, desde o final dos anos 1930 até 1945, no final da Segunda Guerra Mundial. As agridoces percepções e inusitadas atitudes da protagonista-narradora, a adolescente estrangeira proveniente da Batávia, que, sozinha, chegou em Dili, para se casar com o capitão do porto, Alberto, resultam de suas extremas vivências com portugueses, estrangeiros, mestiços e nativos. O entrelaçamento experiencial da pessoa (Catarina) imersa na geografia (Dili) será estudado, conforme as reflexões sobre o espaço físico, psicológico e social (Reis e Lopes; e Bachelard) e a teoria do espaço geográfico-cultural (Tuan), na colônia lusa no Pacífico Sul, em época de paz e guerra.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Denise Rocha, Universidade Federal do Ceará

Pós-Doutoranda na UFC, Fortaleza

 

Referências

BACHELARD, Gaston. A poética do espaço. Tradução de Antônio da Costa Leal e Lídia do Valle S. Lea. In: BACHELARD, Gaston. A filosofia do não; O novo espírito científico; A poética do espaço. Sel. de textos de José Américo Motta Pessanha. Tradução de Joaquim José de M. Ramos et al. São Paulo: Abril Cultural, 1978. (Coleção Os Pensadores). p. 182-354.

BARREIROS, José António. Criminalização política e defesa do Estado. Análise Social, v. XVIII (72, 73 e 74), nº 3, 4 e 5, p. 813-828, 1982. Disponível em: http://analisesocial.ics.ul.pt/documentos/1223400415N6mBJ1zi9Mu00KG2.pdf. Acesso em: 12 fev. 2018.

BARRETO, Madalena S. Deportação, colonialismo e interações culturais em Timor: o caso dos deportados nas décadas de 20 e 30 do século XX. Disponível em: https://www.academia.edu/9065838/Deporta%C3%A7%C3%A3o_colonialismo_e_intera%C3%A7%C3%B5es_culturais_em_Timor_o_caso_dos_deportados_nas_d%C3%A9cadas_de_20_e_30_do_s%C3%A9culo_XX. Acesso em: 12 fev. 2018.

CAMÕES, Luís de. Os Lusíadas. Ed. crítica de Francisco da Silveira Bueno. Rio de Janeiro: Edições de Ouro, s.d.

CARDOSO, António M. Timor na 2ª Guerra Mundial: O Diário do Tenente Pires. Lisboa: Centro de Estudos de História Contemporânea, ISCTE, 2007.

CARDOSO, Luís. Requiem para o navegador solitário. Rio de Janeiro: Língua Geral, 2009.

FERREIRA, Priscilla de O. Que Timor é este na literatura de Luís Cardoso? Tese (Doutorado em Literatura Brasileira Programa de Pós-Graduação em Letras) – UFRGS, Porto Alegre, 2014.

GUNN, Geoffrey C. Timor Loro Sae: 500 anos. Macau: Livros do Oriente, 1999.

CARDOSO, Luís. Luís Cardoso e o desafio de escrever a partir de uma voz feminina. [Entrevista concedida a] Ramon Mello. Saraiva, 29 de maio de 2010. Disponível em: https://blog.saraiva.com.br/luis-cardoso-e-o-desafio-de-escrever-a-partir-de-uma-voz-feminina/. Acesso em: 12 fev. 2018.

RAMIRES, Filipe. Objectivo: Timor. Portugal, Timor e a guerra no Pacífico. Relações Internacionais, nº 11, set., p. 5-18, 2006.

SOUSA, Lúcio. A revolta de Manufai de 1911-1912: testemunhos e a imprensa diária da época. Disponível em: https://www.academia.edu/25638485/A_revolta_de_Manufahi_de_1911-1912._Testemunhos_e_a_imprensa_di%C3%A1ria_da_%C3%A9poca. Acesso em: 12 fev. 2018.

SOUSA, Regina C. G. O. de; NAKAGOME, Patrícia T. Mar à vista e mar além da vista. Via Atlântica / USP, São Paulo, nº 27, p. 341-355, jun. 2015.

THOMAZ, Luiz Filipe F. R. De Ceuta a Timor. Lisboa: Difusão Editorial S.A., 1994.

TUAN, Yi-Fu. Espaço e lugar: a perspectiva da experiência. Tradução de Lívia de Oliveira. Londrina: Eduel, 2013.

Iconografia

Fig. 1 - Timor Leste. Disponível em: http://epic.co.id/timor-leste-terancam-bangkrut/. Acesso em: 12 fev. 2018.

Fig. 2 - Catedral de Díli destruída. Disponível em: http://4.bp.blogspot.com/_IQZifrSFP1E/SroPs6FQ11I/AAAAAAAABCs/a5d8AUom4CQ/s1600-h/catedral_velha_ruinas.jpg. Acesso em: 12 fev. 2018.

Fig. 3 - Soldados timorenses na guerra. Disponível em: http://paginaglobal.blogspot.com.br/2015/09/soldado-desconhecido-que-combateu.html. Acesso em: 12 fev. 2018.

Fig. 4 - Baía de Dili na década de 1930. Disponível em: https://pt.wikipedia.org/wiki/D%C3%ADli#/media/File:Baia_de_Dili_nos_anos_30.jpg. Acesso em: 12 fev. 2018.

Downloads

Publicado

2020-12-23

Como Citar

Rocha, D. . (2020). TEMPOS DE PAZ E GUERRA EM DILI, CAPITAL DO TIMOR PORTUGUÊS, NO ROMANCE REQUIEM PARA O NAVEGADOR SOLITÁRIO (2007), DE LUÍS CARDOSO . Via Atlântica, (38), 282-337. https://doi.org/10.11606/va.i38.147914