OS MOMENTOS DECISIVOS DA TEORIA E CRÍTICA DA FORMAÇÃO

  • Juliane Cardozo de Mello Universidade Federal do Rio Grande (FURG)
Palavras-chave: Antonio Candido, História da literatura, Teoria literária

Resumo

O presente artigo objetiva traçar um esboço dos conceitos expostos na Formação da literatura brasileira (1959), de Antonio Candido, relacionando-os a sua aplicação ao longo da obra. Com isso, visa-se abarcar pressupostos como: conceito de literatura, de sistema literário, a formação do cânone no estudo em análise, bem como a constituição dessa história da literatura como narrativa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juliane Cardozo de Mello, Universidade Federal do Rio Grande (FURG)

Doutora em Letras pela Universidade Federal do Rio Grande - FURG. Pesquisadora da área de História da literatura, estuda a relação da literatura com o jornalismo e fontes primárias no século XIX. Atualmente, é professora da SEDUC/RS e professora-pesquisadora no curso de Letras/Espanhol (modalidade EAD), na Universidade Federal de Pelotas - UFPEL. 

Publicado
2019-07-10
Como Citar
Mello, J. (2019). OS MOMENTOS DECISIVOS DA TEORIA E CRÍTICA DA FORMAÇÃO. Via Atlântica, (35), 203-219. https://doi.org/10.11606/va.v0i35.155052