“POESIA E EXÍLIO” DE LÚCIO RODRIGUES: CRÍTICA LITERÁRIA E IDENTIDADE CULTURAL NA GOAN WORLD (1924-1942)

  • Adelaide Muralha Vieira Machado Universidade de São Paulo
Palavras-chave: exílio, Goa, imprensa colonial, nacionalismo literário, redes intelectuais

Resumo

A revista Goan World publicou-se em Bombaim, em inglês, e apresentava como diretor, o Indo-Portuguese Publicity Bureau. A publicação destinava-se às comunidades goesas no mundo. Daí a escolha da língua inglesa, como aquela que melhor alargaria a rede de correspondentes da revista, e o público mais amplo a que pretendia chegar. Revista intelectual, manifestou-se contra a ditadura portuguesa e pela autonomia de Goa, numa Índia libertada, mas foi pelo viés da cultura literária que a revista mais afirmou o seu lado nacionalista, querendo demonstrar a existência de uma produção literária goesa. Lúcio Rodrigues, professor em Bombaim, fundamentando a ideia que ligava identidade e nacionalismo literário, escreveu uma crítica que pretendia alargada a toda a poesia goesa, através de três dos seus representantes em situação de exílio, em Bombaim.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-11-28
Como Citar
Machado, A. (2019). “POESIA E EXÍLIO” DE LÚCIO RODRIGUES: CRÍTICA LITERÁRIA E IDENTIDADE CULTURAL NA GOAN WORLD (1924-1942). Via Atlântica, (36), 121-141. https://doi.org/10.11606/va.v0i36.162041
Seção
Dossiê 36: Conflitos e convergências - vida literária e intelectual em Goa