Bonaparte e o Imaginário Literário Português

Autores

  • Leonardo Atayde Pereira Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas

DOI:

https://doi.org/10.11606/va.i38.170135

Palavras-chave:

Bonaparte/, romance histórico, literatura portuguesa, Revolução francesa, exílio

Resumo

A figura emblemática de Napoleão Bonaparte ocupou um papel de indiscutível relevância dentro do contexto histórico e, por conseguinte, suas ideias e atitudes como general, político e revolucionário foram constantemente retomadas e interpretadas por uma série de historiadores e intelectuais ao longo do período oitocentista. Essa ação interpretativa em torno de Bonaparte e do seu legado ideológico também marcou presença na prosa historiográfica e literária portuguesa durante o século XIX e início do XX, em destaque para alguns trabalhos de Garrett, Herculano, Camilo e Antônio Maria de Campos Júnior, autores analisados dentro de suas particularidades estéticas no presente artigo.

           

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Leonardo Atayde Pereira, Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas

    Doutorando em Estudos Comparados de Literaturas de Língua Portuguesa

Referências

BERBEL, Márcia Regina. Deputados do Brasil nas Cortes Portuguesas de 1821-1822: Um Estudo sobre o conceito de Nação. Tese (Doutorado em História) – FFLCH/USP. São Paulo, 1997.

BRANCO, Camilo Castelo. Livro Negro de Padre Dinis. Lisboa: Parceria A.M. Pereira, 2007.

CAMPOS JÚNIOR, Antônio. Os últimos amores de Napoleão. Lisboa: Torres Editores, 4 volumes, 1947.

FALBEL, Nachman. Fundamentos históricos do Romantismo. In: GUINSBURG, J. (Org). O Romantismo. São Paulo: Perspectiva, 2011.

GARRETT, Almeida. Portugal na Balança da Europa. In: GARRETT, Almeida. Obras de Almeida Garrett (vol.1). Porto: Lello & Irmãos Editores, 1963.

HERCULANO, Alexandre. A batalha de Ourique – Considerações pacíficas. In: HERCULANO, Alexandre. Opúsculos – Tomo III (Controvérsias e Estudos Históricos). Lisboa: Livraria Bertrand, s/d.

MARINHO, Maria de Fátima. Quem tem medo dos franceses? Carnets, Invasions & Évasions. La France et nous; nous et la France, numéro spécial automne-hiver. Universidade de Aveiro, 2011-2012, p. 45-61. Disponível em http://carnets.web.ua.pt. Acesso em: 21 mai. 2020.

NEVES, Lúcia Maria Bastos Pereira das. Napoleão Bonaparte: imaginário e política em Portugal. São Paulo: Alameda, 2008.

Downloads

Publicado

2020-12-23

Como Citar

PEREIRA, Leonardo Atayde. Bonaparte e o Imaginário Literário Português. Via Atlântica, São Paulo, v. 21, n. 2, p. 100–132, 2020. DOI: 10.11606/va.i38.170135. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/viaatlantica/article/view/170135.. Acesso em: 18 maio. 2024.