IMPRENSA DE LÍNGUA ESTRANGEIRA E IDENTIDADES: A LUSOFONIA NOS JORNAIS DE LÍNGUA PORTUGUESA DE MACAU

Autores

  • Camila Escudero Universidade Metodista de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/va.v0i37.170375

Palavras-chave:

Imprensa de língua estrangeira, identidades, lusofonias

Resumo

A imprensa de língua estrangeira costuma se desenvolver em territórios marcados por processos de colonização e/ou migração. Assim, o presente trabalho propõe verificar de que maneira jornais de Língua Portuguesa que circulam em Macau favorecem a identidade lusófona. De abordagem qualitativa, a técnica de pesquisa utilizada é a análise de conteúdo de O Clarim e Plataforma de Macau. Entre os principais resultados, destaca-se que ambos os títulos revelaram um favorecimento da identidade lusófona que remete à ideia de origem comum sustentada por meio de práticas comunicacionais interculturais, frutos de um modelo de organização social que envolve uma rede de fenômenos culturais e dominação política conjugados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Camila Escudero, Universidade Metodista de São Paulo

Doutora em Comunicação Social pela ECO-UFRJ, na linha de pesquisa Mídia e Mediações Culturais (2017). Realizou Doutorado-Sanduíche na University of Illinois - Chicago (UIC), no Latin American and Latin Studies Program, com bolsa FAPERJ (2015-2016). Mestre em Comunicação Social pela Universidade Metodista de S.Paulo (2007), com bolsa CAPES. Pós-graduada em Língua Portuguesa (2011) e Jornalismo Internacional (2002) pela PUC-SP. Graduada em Jornalismo pela Universidade Metodista de S.Paulo (1999). Tem experiência no mercado de Comunicação (impresso e online) e em docência e orientação de pesquisas acadêmicas na ECO-UFRJ, Universidade Metodista, UNIFAI e Uniban. Revisora da Revista Brasileira de Ciências da Comunicação (RBCC) - Intercom (edições em português e inglês, de 2007 a 2017). Foi membro do Programa Nacional de Apoio à Pesquisa (PNAP) da Biblioteca Nacional, edição 2013-2014 e pesquisadora júnior do Real Gabinete Português de Leitura do Rio de Janeiro, com apoio do Instituto Internacional de Macau, edição 2017. Atualmente, é pesquisadora do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) e docente do curso de Comunicação Social da Universidade Metodista de São Paulo. Além disso, participa do Grupo de Pesquisa Diaspotics e da Comunidade Emergente de Comunicação COMUNI.

Referências

ÁGUA-MEL, Cristina. Um Macau “imaginado” em Língua Portuguesa. Fragmentun, n.35, parte II. Laboratório Corpus: UFSM, Out.-Dez. 2012, p. 11-27.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1977.

BASCH, Linda; BLANC-SZANTON, Cristina; SCHILLER, Nina Glick. Transnationalism – A new analytic framework for understanding migration. Annais New York Academy of Science, Vol.645, p. 1-24, 1992. Disponível em: http://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1111/j.1749-6632.1992.tb33484.x/abstract. Acesso em: 23 mar. 2017.

BATALHA, Graciete Nogueira. O português falado e escrito pelos chineses em Macau. Macau: Instituto Cultural de Macau, 1995.

BAUDRILLARD, Jean. Simulacros e simulações. Lisboa: Relógio BAUDRILLARD D’Água, 1991.

BRIGAGÃO, Clovis. Comunidade dos Países de Língua Portuguesa: caminhos de integração fraterna. Política Internacional, N.13, p. 13-24, 1996.

CANCLINI, Néstor Garcia. Diferentes, Desiguais e Desconectados. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 2005.

CANIATO, Benilde Justo Lacorte. Macau, história e cultura. In: GARMES, Hélder (Org.). Oriente, engenho e arte. São Paulo: Alameda, 2004. p. 115-137.

CASTELLS, Manuel. A era da informação: economia, sociedade e cultura – O poder da identidade. 2v. São Paulo: Paz e Terra, 1999.

COSTA, Cátia Miriam. Early Press in Macao: Claiming Autonomy and Identity in an International Context. In: Agência LUSA, s./d. Disponível em: http://observalinguaportuguesa.org/primeiros-jornais-de-macau. Acesso em: 20 out.2016.

COSTA, Suzano, VARELA, Odair (2009). Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP): Comunidade ‘Lusófona’ ou Fictícia?. Tempo Exterior, N.19, xullo/decembro, p. 23-46.

CRISTÓVÃO, Fernando. Os três círculos da Lusofonia. Humanidades, Lisboa, set.2002.

______. Da Lusitanidade à Lusofonia. São Paulo: Almedina Brasil, 2008.

ENCARNAÇÃO, José Miguel. Imprensa Portuguesa de Macau Enquadramento na realidade jurídica e social da RAEM. Administração, N.81, vol. XXI, 2008, p. 767-788. Disponível em: file:///C:/Users/Camila/Downloads/Imprensa%20Portuguesa%20de%20Macau%20Enquadramento%20na%20realidade%20jur%C3%ADdica%20e%20social%20da%20RAEM.pdf. Acesso em: 10 Out. 2017.

ESPADINHA , Maria Antónia; SILVA, Roberval. O português de Macau. II Simpósio Mundial de Estudos de Língua Portuguesa – A Língua Portuguesa: ultrapassar fronteiras, juntar culturas. Évora: Universidade de Évora, 2009. Anais... Disponível em: http://www.simelp2009.uevora.pt/pdf/mes/02.pdf. Acesso em: 02 fev. 2017.

KRIPPENDORFF, Klaus. Metodologia de Analisis de Contenido. Barcelona: Ediciones Paidós, 1990.

MACEDO, Luis Lobo. Estratégias de desenvolvimento do conceito de lusofonia num mundo globalizado. Dissertação (Mestrado em Administração e Economia). Faculdade de Economia e Finanças IBMEC, Rio de Janeiro, 2014.

MARTINS, Dora. Macau na encruzilhada das rotas sino-lusófonas. Observatório da China, s./d. Disponível em: http://www.observatoriodachina.org/images/papers/p.pdf. Acesso em: 28 jan. 2017.

MEDEIROS, Paula. Lusofonia:discursos e representações. O Cabo dos Trabalhos: Revista Electrónica dos Programas de Mestrado e Doutoramento do CES/FEUC/FLUC. N.1, 2006.

PASCAL, Maria Aparecida Macedo. Portugueses em São Paulo: a face feminina da imigração. São Paulo: Expressão & Arte Editora, 2005.

ROCHA-TRINDADE, Maria Beatriz. O espaço da lusofonia: migrações e diálogo intercultural. Discursos. Estudo de língua e cultura portuguesa, Abril, 1998. p. 37-48. Disponivel em: https://repositorioaberto.uab.pt/bitstream/10400.2/3972/1/MBeatriz.pdf. Acesso em: 15 out.2017.

SCIARETTA. In: MEDINA, Cremilda (org.). Nau dos desejos. São Paulo: CJE/ECA/USP, 1994.

SODRÉ, Muniz. Claros e escuros: identidade, povo e mídia no Brasil. Petrópolis: Vozes, 2000.

STUMPF, Ida Regina C. Pesquisa bibliográfica. In: DUARTE, Jorge; BARROS, Antonio (Orgs.). Métodos e Técnicas de Pesquisa em Comunicação. São Paulo: Atlas, 2011. p. 51- 61.

TATEISHI, Bruno; BRITO, Regina Helena Pires. A língua portuguesa em Macau. VII Jornada de Iniciação Científica – 2011. Universidade Presbiteriana Mackenzie, p. 1-14. Disponível em: http://www.mackenzie.com.br/fileadmin/Pesquisa/pibic/publicacoes/2011/pdf/let/bruno_tateishi.pdf. Acesso em: 04 set. 2017.

Downloads

Publicado

2020-12-21

Como Citar

Escudero, C. (2020). IMPRENSA DE LÍNGUA ESTRANGEIRA E IDENTIDADES: A LUSOFONIA NOS JORNAIS DE LÍNGUA PORTUGUESA DE MACAU . Via Atlântica, (37), 126-156. https://doi.org/10.11606/va.v0i37.170375

Edição

Seção

Dossiê 37: Imprensa Brasileira e Portuguesa