As estratégias de consagração literária de António Botto

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/va.i41.189750

Palavras-chave:

António Botto, literatura portuguesa, biografia, autoficção

Resumo

O presente artigo investiga a busca de legitimidade do poeta português António Botto mediante a análise das estratégias empreendidas por ele para se autopromover enquanto escritor de sucesso. Assim, através da pesquisa na imprensa brasileira, refletimos acerca da repercussão de sua estadia no Brasil (1947-1959), pois a travessia transatlântica representou para o poeta a possibilidade de retomar o prestígio de escritor reconhecido, lugar que que já declinava no círculo literário português. Para tanto, avaliamos os esforços de Botto na construção de sua própria trajetória literária, em que continuamente mesclou dados reais com fatos imaginados, revelando uma grande capacidade de autoinvenção.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Oscar José de Paula Neto, Universidade Federal Fluminense

Doutorando em Literatura Comparada na Universidade Federal Fluminense

Referências

BOTTO, António. Fátima: Poema do Mundo. Rio de Janeiro: [s. n.], 1955.

BOTTO, António. Poesia. Lisboa: Assírio & Alvim, 2018.

BOTTO, António. Regresso. São Paulo: Clube do Livro, 1949.

DOSSE, François. A biografia à prova da identidade narrativa. Escritas Do Tempo, Unifesspa, n.2, p.7-36, 2020. Disponível em: https://periodicos.unifesspa.edu.br/index.php/escritasdotempo/article/view/1249. Acessado em: 10 ago 2021.

KLOBUCKA, Anna. A invenção do eu: apontamentos sobre a vida virtual de António Botto. Forma Breve, Universidade de Aveiro, n. 7. p. 61-78, 2009. Disponível em: https://proa.ua.pt/index.php/formabreve/article/view/6469. Acessado em: 10 ago 2021.

KLOBUCKA, Anna. As homopaisagens brasileiras de António Botto. Iberic@l, Revue d’études ibériques et ibéro-américaines, Sorbonne, n. 9, p.89-102, 2016. Disponível em: Iberic@l, Revue d’études ibériques et ibéro-américaines. Disponível em: https://www.academia.edu/26337154/As_homopaisagens_brasileiras_de_Ant%C3%B3nio_Botto. Acessado em: 05 ago 2021.

KLOBUCKA, Anna. O mundo gay de António Botto. Lisboa: Documenta, 2018.

LUGARINHO, Mário César. “Literatura de Sodoma”: o cânone literário e a identidade homossexual. Gragoatá, Universidade Federal Fluminense, n. 14, p.133-145, 2003. Disponível em: https://periodicos.uff.br/gragoata/article/view/33451. Acessado em: 08 ago 2021.

MARTINS, Ricardo Marques. Artimanhas de Eros: aspectos do erotismo e do esteticismo na poética de António Botto. 145p. Tese (Doutorado em Estudos Literário) – Universidade Estadual Paulista. Araraquara, 2013. Disponível em: https://agendapos.fclar.unesp.br/agenda-pos/estudos_literarios/2890.pdf

PITTA, Eduardo. “Toda ousadia será castigada”. In: BOTTO, António. Poesia. Lisboa: Assírio & Alvim, 2018.

SALES, Antonio Augusto. António Botto no Brasil. Disponível em Estrolábio: https: //estrolabio.blogs.sapo.pt/tag/ant%C3%B3nio+botto (2011). Acesso em 15 de jun. de 2020.

SALES, Antonio Augusto. António Botto: real e imaginário. Lisboa: Livros do Brasil, 1997.

Downloads

Publicado

2022-07-28

Como Citar

Paula Neto, O. J. de. (2022). As estratégias de consagração literária de António Botto. Via Atlântica, 23(1), 84-113. https://doi.org/10.11606/va.i41.189750

Edição

Seção

Dossiê 41: Margens do Atlântico em Português