Na estrada para o safismo: uma comparação entre Amar, gozar, morrer e Nova Sapho

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/va.i43.197127

Palavras-chave:

pornografia, lesbianidade, viagens

Resumo

O presente artigo tem por objetivo efetuar uma análise comparativa entre os romances Amar, gozar, morrer (s/d), de autoria anônima, e Nova Sapho (1912), do Visconde de Villa-Moura, tendo como principal interesse analisar o caráter erótico, a enunciação da lesbianidade, as viagens e as damas de companhia. Para tanto, nos baseamos na crítica lésbica (SANTOS, 2005), em especialistas na literatura pornográfica (EL FAR, 2004; MENDES, 2017), uma vez que as duas obras podem ser pensadas a partir do diálogo com essa categoria, e nos ideais propostos pela medicina no final do século XIX (SILVA, 1895; KRAFFT-EBING, 1893), que tanto influenciaram a produção literária desse período.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Beatriz Silva, Universidade de São Paulo

Graduada em Letras na Universidade de São Paulo (2022).

Helder Thiago Maia, Universidade de São Paulo

Doutor em Literatura Comparada (UFF, 2018), é Investigador do Centro de Estudos Comparatistas da Universidade de Lisboa (CECOMP) e professor colaborador do PPG de Estudos Comparados de Literaturas de Língua Portuguesa da Universidade de São Paulo.

Referências

ALMEIDA, Aline Cristina Moreira de. O imortal Rabelais: Alfredo Gallis e a literatura pornográfica no Brasil no final do século XIX. 152f. Dissertação (Mestrado em Letras e Linguística) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. São Gonçalo: 2018.

AMAR, GOZAR, MORRER: RECORDAÇÕES DA MOCIDADE. Tipografia Pudicia, Rua dos Donzéis Apaixonados, s/d.

AZEVEDO, Natanael Duarte; FERREIRA JÚNIOR. Pornografia e literatura: uma história pelo buraco da fechadura. Revista Graphos/UFPB, João Pessoa, v.19, n.2, p.140-164, 2017.

EL FAR, Alessandra. Páginas de sensação. São Paulo: Companhia das Letras, 2004.

FIGUEIREDO, Eurídice. Literatura comparada: o regional, o nacional e o transnacional. Revista Brasileira de Literatura Comparada, Salvador, n.23, p.3-48, 2013.

KLOBUCKA, Anna M. Prólogo. In: VILLA-MOURA, Visconde de. Nova Sapho: Tragedia Extranha. Lisboa: Index, 2020, p.1-48.

KRAFT-EBING, R. von. Psychopathia Sexualis. Washington D. C.: The F.A Davis Company, 1893.

MAIA, Helder Thiago; LUGARINHO, Mário César; CUROPOS, Fernando. Prefácio. In: AMAR, GOZAR, MORRER: RECORDAÇÕES DA MOCIDADE. Lisboa: Index, 2020, p. V-XXV.

MENDES, Leonardo. Livros para homens: sucessos pornográficos no Brasil no final do século XIX. Cadernos do IL, Porto Alegre, n.53, p.173-191, janeiro de 2017.

MENDES, Leonardo. O naturalismo na livraria do século XIX. Revista Letras/UFPR, Curitiba, n.100, p.71-90, jul./dez. 2019.

SANTOS, Giceli Ribeiro dos. Rasgando as páginas do silenciamento: o lesbianismo na literatura brasileira. In: SEMOC – SEMANA DA MOBILIZAÇÃO CIENTÍFICA, 8.; 2005, Salvador. Anais. Salvador: UCSAL, 2005.

SILVA, Adelino. A Inversão Sexual. Porto: Typographia Gutenberg, 1895.

SILVA, Clara Maria. Nova Sapho – Um novo olhar sob(re) a paisagem literária portuguesa. CEM/U.Porto, Porto, n.11, p.169-182, 2020.

SOUZA, Cruz e. Evocações. Rio de Janeiro: Typ. Aldina, 1898.

VILLA-MOURA, Visconde de. Nova Sapho: Tragedia Extranha. Lisboa: Livraria Ferreira, 1912.

Downloads

Publicado

2023-04-28

Como Citar

Silva, A. B., & Maia, H. T. (2023). Na estrada para o safismo: uma comparação entre Amar, gozar, morrer e Nova Sapho: . Via Atlântica, 24(1), 136-167. https://doi.org/10.11606/va.i43.197127

Edição

Seção

Dossiê 43: Sexo e sensibilidades eróticas na literatura luso-brasileira de Oitoc