KARINGANA UA KARINGANA: MIA COUTO, UM CONTADOR DE HISTÓRIAS MOÇAMBICANO

Autores

  • Patrick Chabal King’s College London

DOI:

https://doi.org/10.11606/va.v0i16.50461

Palavras-chave:

Mia Couto, conto, romance, tradições orais, modernidade, poesia

Resumo

AO RESSALTAR A IMPORTÂNCIA DO “CONTO” NA OBRA DE MIA COUTO, O ARTIGO DEFENDE QUE MESMO SEUS ROMANCES SÃO DEVEDORES DA FÓRMULA DESENVOLVIDA COM SUCESSO NAS NARRATIVAS CURTAS. ASSOCIA-SE A DIMENSÃO DESSA MODALIDADE COM A EXPERIÊNCIA JORNALÍSTICA DO AUTOR E SEU CONHECIMENTO DAS TRADIÇÕES ORAIS MOÇAMBICANAS, DESTACANDO-SE QUE A NARRATIVA DO AUTOR MOÇAMBICANO, AO CULTIVAR A APROXIMAÇÃO COM A POESIA, SITUA-SE ENTRE ESCRITA E ORALIDADE, MODERNIDADE E TRADIÇÃO, FANTASIA E REALIDADE.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2009-12-24

Como Citar

Chabal, P. (2009). KARINGANA UA KARINGANA: MIA COUTO, UM CONTADOR DE HISTÓRIAS MOÇAMBICANO. Via Atlântica, 10(2), 47-61. https://doi.org/10.11606/va.v0i16.50461

Edição

Seção

Dossiê 16: Moçambique – história, literatura e relações culturais