PARA ALÉM DA HISTÓRIA: CAMPO DE TRÂNSITO DE JOÃO PAULO BORGES COELHO

Autores

  • Nazir Ahmed Can Universitat Autònoma de Barcelona

DOI:

https://doi.org/10.11606/va.v0i16.50466

Palavras-chave:

teoria pós-colonial, aporias, João Paulo Borges Coelho, Giorgio Agamben

Resumo

FOCALIZANDO A TEORIA PÓS-COLONIAL E ALGUMAS DAS SUAS APORIAS (EXCESSIVA DEPENDÊNCIA DE UMA LEITURA MIMÉTICA DO TEXTO, SOBREVALORIZAÇÃO DA BIOGRAFIA, “ESQUECIMENTO” DAS PRESSÕES EDITORIAIS E INSTITUCIONAIS), PRETENDE-SE, A PARTIR DA ANÁLISE DE CAMPO DE TRÂNSITO (2007), DE JOÃO PAULO BORGES COELHO, VERIFICAR DE QUE MODO A ESCRITA PRODUZIDA EM ÁFRICA PODE SUBVERTER E CONFUNDIR AS PREMISSAS DISCURSIVAS DOS ESTUDOS PÓS-COLONIAIS DE ORIENTAÇÃO CLÁSSICA. COM BASE EM SUBSÍDIOS TEÓRICOSDE GIORGIO AGAMBEN, OBJETIVA-SE ILUSTRAR ALGUMAS DAS INTENÇÕES DO PROJETO ESTÉTICO DO AUTOR MOÇAMBICANO.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2009-12-24

Como Citar

Can, N. A. (2009). PARA ALÉM DA HISTÓRIA: CAMPO DE TRÂNSITO DE JOÃO PAULO BORGES COELHO. Via Atlântica, 1(16), 105-117. https://doi.org/10.11606/va.v0i16.50466

Edição

Seção

Dossiê 16: Moçambique – história, literatura e relações culturais