A inversio no Cancioneiro Geral de Garcia de Resende: Adynata e Sínquises

Autores

  • Geraldo Augusto Fernandes Universidade Federal do Ceará

DOI:

https://doi.org/10.11606/va.v0i30.98605

Palavras-chave:

Cancioneiro Geral de Garcia de Resende, adynata, sínquise

Resumo

Os adynata e os versus rapportati são recursos embelezadores extremos que os poetas clássicos usavam para expressar as inversões – tanto aquelas de um mundo em mutação, quanto aquelas de preciosismo na expressão poética. É a esses recursos que recorrem os poetas do Cancioneiro Geral de Garcia de Resende de 1516. Este estudo pretende mostrar exemplos de sínquise e de adynaton do Cancioneiro, e analisar se esses tropos foram possivelmente usados pelos poetas do Cancioneiro como artifício de linguagem poética ou de expressão de pensamento: seriam apenas artifício poético ou expressão de um mundo invertido, transgredindo todo um conceito de estabilidade e de segurança?

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Geraldo Augusto Fernandes, Universidade Federal do Ceará

Professor de Literatura Portuguesa, Departamento de Literatura, Literatura Portuguesa.

Downloads

Publicado

2016-12-28

Como Citar

Fernandes, G. A. (2016). A inversio no Cancioneiro Geral de Garcia de Resende: Adynata e Sínquises. Via Atlântica, (30), 275-287. https://doi.org/10.11606/va.v0i30.98605

Edição

Seção

Outros Textos