[1]
B. Bortolotto, “Revolução, camarada porco”, Via atl., nº 27, p. 31-44, jun. 2015.