[1]
F. M. de F. Grecco, “Réquiem: uma alegoria literária do pós-independência”, Via atl., nº 27, p. 147-161, jun. 2015.