Desenvolvimento e democracia nos países emergentes: aspectos democráticos, constitucionais e culturais do governo Chinês

Autores

  • Maria Luiza da Silva Laranjeiras Universidade de Brasília - UnB

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2675-4614.v2i01p94-103

Palavras-chave:

democracia, desenvolvimento, modernidade, China

Resumo

O intuito do presente artigo é traçar relações e paradoxos a cerca da estrutura política chinesa, relacionar aspectos históricos da formação dos pensamentos ocidental e oriental, em especial, o termo democracia e, compreender seus reflexos nas características de desenvolvimento dos países emergentes. Além de fazer breve comparação com certos aspectos do desenvolvimento latino americano, também visa realizar uma exploração a cerca do pensamento popular chinês. Por fim, refletir sobre novos modelos de pensamento da ciência política e das relações internacionais, destacando centralidades asiáticas. 

Biografia do Autor

Maria Luiza da Silva Laranjeiras, Universidade de Brasília - UnB

Graduanda em Direito do 7o semestre pela Universi-dade de Brasília (UnB) e estudante de Letras Inglês na Universidade Estácio de Sá. Atualmente, coordena o Grupo de Estudos sobre a China da UnB (GECHI-NA-ASIALAC), é membro do Centro de Estudos Constitucionais Comparados da UnB, onde também desenvolve pesquisa na temática de legitimidade consti-tucional chinesa. É, também, integrante da curadoria de História da China do Instituto de Estudos da Ásia da UFPE.

Referências

ACHARYA, Amitav. Theoretical perspectives on international relations in Asia. International relations of Asia, p. 57-82, 2008.

ASIAN BOSS. What does democracy means to the Chinese? [Street interview]. 2019. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=nl59t---30g>. Acesso em: 04 Nov 2019

BOBBIO, Norberto. A teoria das formas de governo. Universidade de Brasília, 1980.

CHIU, Hungdah. The 1982 Chinese constitution and the rule of law. Rev. Socialist L., v. 11, p. 143, 1985.

FAN, Jiayang. Liu Cixin’s War of the Worlds. The New Yorker, 2019. Disponível em: <https://www.newyorker.com/magazine/2019/06/24/liu-cixins-war-of-the-worlds> . Acesso em: 04 Nov 2019.

FIORAVANTI, Maurizio. Constitución: de la antigüedad a nuestros dias. Trad. Manuel Martinez Neira. Madrid: Trotta, 2001.

GOLDMAN, Merle et al. Sowing the seeds of democracy in China: Political reform in the Deng Xiaoping era. Harvard University Press, 1994.

HUNT, Alan. The problematisation of law in classical social theory, In: BANAKAR, Reza (ed.); TRAVERS, Max (ed.)

LOCKE, John. Segundo tratado sobre o governo civil e outros escritos. Rio de Janeiro: Vozes, “Clássicos do Pensamento Político”, 1994.

MAQUIAVEL, Nicolau. Comentários sobre a primeira década de Tito Lívio. “Discorsi”. Brasília, Editora UnB, 2000.

MARCÍLIO, Gina Vidal; BERTOLINI, Adriana Rosas. A ordem econômica internacional e suas implicações a construção econômica brasileira de 1988. Revista de Direito Brasileira, ano 3, vol. 6, 2013.

MAYER, Maria Luiza Alencar. Exclusão social e pobreza nas interfaces entre o direito econômico do desenvolvimento e o direito humano ao desenvolvimento. Direito e Desenvolvimento no Brasil do século XXI, 2013.

MEARSHEIMER, John J. Structural realism. International relations theories: Discipline and diversity, v. 83, 2007.

PRADO, Mariana Mota. O paradoxo das reformas do Estado de Direito: quando as reformas iniciais se tornam obstáculos para reformas futuras. Revista de Sociologia e Política V.21, n 45; p.73-90, mar 2013.

SCHAPIRO, Mário Gomes. Discricionariedade desenvolvimentista e controles democráticos: uma tipologia dos desajustes. Revista Direito GV. Vol. 12, n. 2, pp.311-344, 2016.

SCHMITT, CARL. Teoria de la constituición. Trad. Francisco Ayala. Salamanca: Alianza Editorial, 2006.

SCHNEIDER, Gabriela. Estado de Direito e democracia: uma abordagem acerca da não aquisição de direitos nos países em desenvolvimento na América Latina. Rev. Fac. Direito UFMG, Belo Horizonte, n. 64, p. 435-469, jan./jun. 2014.

SUNDFELD, Carlos Ari. Fundamentos do direito público. São Paulo: Editora Malheiros, 2015.

SWEDBERG, Richard. Max Weber e a ideia de sociologia econômica. Rio de Janeiro: Editora da UFRJ, 2005.

Downloads

Publicado

2022-08-14

Como Citar

Laranjeiras, M. L. da S. (2022). Desenvolvimento e democracia nos países emergentes: aspectos democráticos, constitucionais e culturais do governo Chinês. Zi Yue, 2(01), 94-103. https://doi.org/10.11606/issn.2675-4614.v2i01p94-103

Edição

Seção

Artigos