Submissões

O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesso em uma conta existente ou Registrar uma nova conta.

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • A contribuição é original e inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outra revista; caso contrário, deve-se justificar em "Comentários ao editor".
  • O arquivo da submissão está em formato Microsoft Word, OpenOffice ou RTF.
  • URLs para as referências foram informadas quando possível.
  • O texto está em espaço simples; usa uma fonte de 12-pontos; emprega itálico em vez de sublinhado (exceto em endereços URL); as figuras e tabelas estão inseridas no texto, não no final do documento na forma de anexos.
  • O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores, na página Sobre a Revista.
  • Em caso de submissão a uma seção com avaliação pelos pares (ex.: artigos), as instruções disponíveis em Assegurando a avaliação pelos pares cega foram seguidas.

Diretrizes para Autores

Avaliação dos textos submetidos

A Revista África trabalha com o processo de revisão por pares no formato duplo-cego (double blind peer review), constituído por 2 ou mais avaliadoras e avaliadores designados para emitir pareceres sobre o manuscrito. Todo o processo é anônimo.

As contribuições científicas são revisadas pela Comissão Editorial seguindo os seguintes procedimentos:

Apreciação de originais: a Comissão Editorial se reúne regularmente para apreciar os artigos e estabelecer se estão dentro do perfil editorial da Revista África. Em caso afirmativo, o artigo seguirá os trâmites de avaliação por pares.

Revisão inicial: nessa etapa, a Equipe Editorial avalia cada manuscrito quanto ao cumprimento das normas estabelecidas nas Instruções para Autoras e Autores. Caso o manuscrito não atenda às normas e formatação estabelecidas, será devolvido para correção.

Processo de avaliação: os originais recebidos passam pela revisão por pares. São indicados, pela Comissão Editorial, duas avaliadoras ou dois avaliadores externos de acordo com a especialização no tema em foco.

Pareceres: as avaliadoras e os avaliadores são orientados a informar caso exista algum conflito de Interesse em relação ao artigo a ser apreciado. Caso aceitem emitir os pareceres, esses serão colocados diretamente no sistema OJS. A decisão pode ser "Aceitar submissão", "Correções obrigatórias", "Submeter novamente para avaliação" e "Rejeitar submissão".  A partir desses pareceres, a Comissão Editorial avaliará a necessidade do manuscrito ser revisado pela autora ou autor e enviado para uma segunda rodada de avaliação pelos pares.

Aprovação ou rejeição: a Comissão Editorial decidirá, com base nos pareceres, sobre a aprovação ou rejeição do manuscrito. Em caso de aceite, o manuscrito entrará no processo de editoração para publicação. Antes da publicação, as autoras e autores serão consultados para a aprovação de revisão e diagramação.


Recomendações Éticas

A Revista África apoia as recomendações do Guia de Boas Práticas da Scielo e adota a definição de má-conduta da Office Research Integrity, que consiste em: fabricação, falsificação ou plágio na elaboração, execução ou revisão de pesquisas ou no relato de resultados de pesquisas. Casos de má-conduta serão tratados com as devidas sanções estabelecidas pela Comissão Editorial. Ao submeter artigos para a Revista África, as autoras e autores automaticamente demonstram estar cientes e de acordo com as recomendações aqui expostas.

Correções e retratações: casos de erros ou falhas, independente da natureza ou da origem, que não configurem má-conduta, serão corrigidos por publicação de errata. Artigos já publicados em que a má-conduta for identificada serão objeto de retratação pela autora ou autor e de sanções oportunamente definidas pela Comissão Editorial.

Em relação ao Conflito de Interesses, a Revista África solicita que as autoras e os autores, no momento da submissão, declarem quaisquer interesses pessoais ou comerciais que possam enviesar o manuscrito.


Requisitos para Submissão

Todos os materiais devem ser enviados através do site https://www.revistas.usp.br/africa/index, pela plataforma OJS. O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesse sua conta existente ou registre-se para criar uma nova conta.

Artigos

Os artigos devem ser inéditos e apresentar resultados de pesquisas originais em suas áreas.

A titulação mínima exigida para autoras e autores de artigos é nível superior completo. Estudantes de graduação também podem submeter trabalhos, desde que em coautoria com seus orientadores.

Serão aceitos no máximo 4 autores. O nome das autoras e autores não devem aparecer no corpo do artigo, para garantir o anonimato no processo de avaliação.

Os artigos devem conter no máximo 11 mil palavras, incluindo notas e referências bibliográficas (fonte Times New Roman, tamanho 12, espaçamento 1,5 e processador de texto Word). Os artigos podem ser enviados em português, inglês, francês, espanhol, ou em uma das línguas do continente ou da diáspora africana, conforme o caso. Eles devem conter título, resumo (entre 100 e 150 palavras) e palavras-chave (até 5 palavras-chave) em português e inglês. 

As figuras e tabelas devem estar inseridas no texto, não no final do documento na forma de anexos.

As notas de rodapé de página devem ser numeradas em ordem crescente.

Solicita-se que as autoras e autores não encaminhem o mesmo artigo para diferentes revistas acadêmicas.

Os artigos devem ser submetidos pela plataforma OJS e todos os metadados devem ser preenchidos corretamente no momento da submissão.

Relatos de pesquisa

A revista África publica relatos de experiências de pesquisa ou reflexões sobre trabalhos ainda em desenvolvimento. Os textos devem ser inéditos e conter no máximo 5000 palavras, incluindo bibliografia.  Os relatos podem ser publicados em português, inglês, francês, espanhol, ou em uma das línguas do continente ou da diáspora africana, conforme o caso. Os manuscritos devem apresentar título, resumo entre 100 e 150 palavras, um elenco de 5 palavras-chave (separadas por ponto e vírgula), todos em português e inglês. Caso o artigo esteja em espanhol ou francês, devem ser enviados também título, resumo e palavras-chave na respectiva língua. Caso o trabalho apresente imagens é necessário que estas estejam inseridas no corpo do texto, com legenda e indicação de autoria.

Resenhas e Críticas bibliográficas

São aceitas resenhas e críticas bibliográficas de obras, filmes e exposições que tenham interesse para o escopo trabalhado pela revista.

O texto deve conter até 3000 palavras, incluindo notas e referências bibliográficas (fonte Times New Roman, tamanho 12, espaçamento 1,5 e processador de texto Word).

A bibliografia deve seguir o padrão aceito pela Revista África.

A decisão pela publicação da resenha e das críticas bibliográficas será responsabilidade da Comissão Editorial.

As notas de rodapé das páginas devem ser numeradas em ordem crescente.

Solicita-se que as autoras e os autores não encaminhem a mesma resenha e crítica bibliográfica para diferentes revistas.

As resenhas e críticas bibliográficas devem ser submetidas pela plataforma OJS e todos os metadados devem ser preenchidos corretamente no momento da submissão.

Entrevistas

A revista África publica entrevistas. 

As Entrevistas devem ser inéditas, dando destaque a importantes expoentes e debates na área.

Devem conter no máximo 8000 palavras, incluindo notas e bibliografia (fonte Times New Roman, tamanho 12, espaçamento 1,5 e processador de texto Word).

A bibliografia deve seguir o padrão aceito pela Revista África.

A decisão pela publicação da entrevista será responsabilidade da Comissão Editorial.

Solicita-se que as autoras e autores não encaminhem a mesma entrevista para diferentes revistas.

As entrevistas devem ser submetidas pela plataforma OJS e todos os metadados devem ser preenchidos corretamente no momento da submissão.

Dossiês

A Revista África aceita propostas de Dossiês temáticos.

Serão publicados dossiês contendo de 3 a 8 artigos tratando de um mesmo tema, precedido de um artigo introdutório, preferencialmente com autoras e autores nacionais de diferentes estados da federação e autoras e autores internacionais.

O tema do dossiê deve ser de comprovada relevância para a área.

Dossiês também poderão ser organizados a convite da Comissão Editorial ou por sugestão do Conselho Editorial.

O aceite da proposta de dossiê temático é de responsabilidade da Comissão Editorial.

A proposta deve ser enviada contendo as seguintes informações: título e apresentação da proposta de Dossiê, nome completo e filiação institucional dos organizadores, título e resumo dos artigos, contendo o nome completo e filiação institucional das autoras e autores.

Solicita-se que as autoras e autores não encaminhem a mesma proposta de dossiê para diferentes revistas.

Com exceção da apresentação, assinada pelos proponentes e organizadores do dossiê, os textos apresentados seguirão o mesmo caminho da sessão Artigos, enviados por suas respectivas autoras e autores através da OJS  e todos os metadados devem ser preenchidos corretamente no momento da submissão. 


Preparação dos Arquivos

Os textos enviados deverão ser acompanhados de documento suplementar em forma de carta de apresentação, contendo as seguintes informações: título, nome completo das autoras e autores, filiação institucional, endereço postal completo (contendo cidade, estado e país), e-mail, ORCID, endereço do Lattes, instituição que financiou a pesquisa (se for o caso), contribuição de cada autora ou autor (se for o caso) e uma breve descrição biográfica (máximo de 7 linhas).

Acesse AQUI o arquivo-modelo.

Citações e referências: as fontes das citações devem ser indicadas no corpo do texto imediatamente após a citação, nunca em nota de rodapé, (seguindo o sistema autor-data da NBR 10520/2002 da ABNT) contendo entre parênteses apenas os seguintes dados: SOBRENOME DA AUTORA ou DO AUTOR, ano de publicação da obra, página inicial e final da citação. 

A Revista África tem como prática a inclusão, na primeira entrada de citação ou paráfrase de cada autora ou autor, o nome completo. 

Exemplo de primeira citação: 

“Xxxxxxxx xxxxxxx” (Zethu MATEBENI, 2017, p. xx). 

Exemplo de segunda citação em diante: 

“Yyyyyyyyyy yyyyyyyy” (MATEBENI, 2017, p. xy). 

Diferentes títulos da mesma autora ou autor, publicados no mesmo ano, serão identificados por uma letra depois da data. Exemplo: (MATEBENI, 2016a), (MATEBENI, 2016b).

Regras para referências bibliográficas

Em todos os casos (artigos, resenhas e entrevistas), as referências bibliográficas devem ser apresentadas ao final do texto.

Os nomes de autoras e autores devem ser escritos por extenso e não em iniciais.

Caso haja repetição de autora ou autor as referências devem ser completas sem o uso de traço, obedecendo ao seguinte padrão:

a) Livro: sobrenome (em caixa alta), nome da autora ou autor. Título do livro em itálico. Cidade, Editora, ano de publicação citada [Ano da publicação original].

Exemplo: ADICHIE, Chimamanda Ngozi. Sejamos todos feministas. São Paulo: Companhia das Letras, 2015.

b) Capítulo de livro ou Coletânea: sobrenome (em caixa alta), nome da autora ou autor. Título do capítulo (entre aspas). In: sobrenome (em caixa alta), nome da organizadora ou organizador (org.). Título da coletânea (em itálico). Local, editora, ano de publicação, página inicial-página final.

Exemplo: OYĚWÙMÍ, Oyèrónkẹ́. “The Translation of Cultures: Engendering Yorùbá Language, Orature, and World-Sense”. In: CASTELLI, Elizabeth (Org.). Women, Gender, Religion: A Reader. New York: Palgrave Macmillan, 2001, p. 76-97.

c) Artigo: sobrenome (em caixa alta), nome da autora ou autor. Título do artigo (entre aspas). Título do periódico em itálico, volume, número do periódico, página inicial-página final ou elocation-id. DOI ou endereço eletrônico do artigo, ano de publicação.

Exemplo: MUNANGA, Kabengele. “Por que ensinar a história da África e do Negro no Brasil de Hoje?”. Revista do Instituto de Estudos Brasileiros, v. 1, n. 62, p. 15-239, 2015.

d) Tese ou Dissertação: sobrenome (em caixa alta), nome da autora ou autor. Título da tese ou dissertação (em itálico). Local, dissertação (mestrado) ou tese (doutorado), instituição, ano de publicação.

Exemplo: PIMENTA, Denise. O cuidado perigoso: temas de afeto e risco na Serra Leoa (A epidemia do ebola contada pelas mulheres, vivas e mortas). São Paulo, tese, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, 2019.

Deve ser indicado, nas referências bibliográficas, o ano original da publicação segundo o modelo: REIS, Maria Firmina dos. Úrsula. São Paulo: Penguin e Companhia das Letras, 2a edição, 2018 [1859].

 

Formas alternativas de produção

A revista África abre um espaço para experimentarmos distintas linguagens. Espera-se que os trabalhos versem sobre o campo visual e outras manifestações artísticas. Esta seção abre espaço para formas não-convencionais de expressão de materiais de pesquisa. Espera-se nessa seção produções inéditas que podem ser ensaios e produções literárias (contos e poemas), bem como toda e qualquer produção que conjugue escrita textual e conteúdos fotográficos, sonoros e/ou audiovisuais.

Regras para a submissão de materiais

Caso haja sugestões de diagramação do conteúdo (áudio)visual submetido, estas deverão ser enviadas à Comissão Editorial juntamente com o material encaminhado.

a) Fotografias

Máximo de 15 fotografias.

As imagens submetidas devem estar online em um site de hospedagem e compartilhamento de fotografias como Picasa, Flickr, etc. Somente o link para sua visualização será enviado no momento da submissão.

Anexado ao trabalho, deve haver um arquivo do Microsoft Word (em português, inglês, francês, espanhol, ou em uma das línguas do continente ou da diáspora africana, conforme o caso) que contenha título do foto-ensaio, nome das autoras e/ou autores, minibiografia com até 100 palavras, filiação institucional (quando pertinente), cinco palavras-chave, link para acessar as fotografias online e texto de, no máximo, 3.000 palavras, em ( português, inglês, francês, espanhol, ou em uma das línguas do continente ou da diáspora africana, conforme o caso), que contextualize o trabalho fotográfico e ofereça ao leitor mais informações quanto ao campo de pesquisa, a poética e a metodologia utilizadas pelo pesquisador/fotógrafo na composição do ensaio.

PARA PUBLICAÇÃO, caso selecionado, as fotografias deverão ser enviadas em alta resolução (300 dpi) e nomeadas seguindo a ordem de sua aparição no ensaio fotográfico (por exemplo, “foto01”, “foto02”, “foto03”, etc.). Deve ser enviado também um arquivo separado do Word, contendo todas as informações listadas no item anterior mais uma lista com as legendas de todas as fotos, caso existentes. As imagens devem ter título, fonte e descrição por escrito, para fins de acessibilidade (#PraTodoMundoVer). 

Solicitamos, no momento da submissão, o envio para o e-mail da revista (revista-africa-cea@usp.br) uma declaração, assinada e escaneada, contendo a autorização da autora e/ou autor para publicação das fotografias e se responsabilizando pelos direitos de uso das imagens.

b) Sons

O(s) trabalhos(s) sonoro(s) deve(m) ter, no máximo, 15 minutos. No caso de trabalhos que possuam, em sua composição, mais de um arquivo de áudio, a soma da minutagem de todos os arquivos não deverá exceder o limite de 15 minutos.

Os trabalho(s) sonoro(s) deve(m) estar online – preferencialmente em algum site de hospedagem e compartilhamento de áudio e/ou vídeo como Soundcloud, Youtube, Vimeo ou outros do gênero – e somente o link será enviado no momento da submissão. Caso o trabalho sonoro esteja protegido por senha, esta deverá ser oferecida no momento da submissão.

Anexado ao trabalho deve haver um arquivo do Microsoft Word, em (português, inglês, francês, espanhol, ou em uma das línguas do continente e da diáspora africana, conforme o caso), que contenha título do trabalho sonoro, nome da realizadora e/ou do realizador, filiação institucional (quando pertinente), cinco palavras-chave, link para acessar o trabalho sonoro online e texto de, no máximo, 3.000 palavras que contextualize o(s) trabalho(s) sonoro(s) e ofereça ao leitor mais informações quanto ao campo de pesquisa, a poética e a metodologia utilizadas pelo pesquisador/a realizador/a na sua produção/captação.

PARA PUBLICAÇÃO, caso selecionado(s), o(s) trabalho(s) sonoro(s) deve(m) ser enviado(s) em formato WAV, AIFF ou MP3. Deve ser enviado também um arquivo separado do Word, contendo todas as informações listadas no item anterior.

Solicitamos, no momento da submissão, o envio para o email da revista (revista-africa-cea@usp.br) de um documento, assinado e escaneado, contendo a autorização da realizadora e/ou realizador para publicação do áudio e se responsabilizando legalmente por quaisquer problemas advindos dos direitos autorais referentes ao uso e publicação do mesmo.

c) Produção literária (contos e poemas)

O trabalho deve incluir título, nome da autora e/ou autor, filiação institucional (quando pertinente) e cinco palavras-chave, em português, inglês, francês, espanhol, ou em uma das línguas do continente e da diáspora africana, conforme o caso.

Limite máximo de 10.000 palavras, incluídas todas as informações descritas no item anterior mais referências bibliográficas e notas, quando existentes, seguindo as Diretrizes para Autores.

d) Traduções

São aceitas traduções de artigos e obras relevantes para as áreas definidas pelo escopo editorial da revista e que estejam indisponíveis em língua portuguesa. Em casos excepcionais, aceitamos textos já traduzidos e publicados, desde que a nova tradução seja considerada justificada e pertinente.

Limite máximo de 10.000 palavras, incluídas todas as informações descritas no item anterior mais referências bibliográficas, seguindo as Diretrizes para Autores da revista. Casos excepcionais de traduções que extrapolem estes limites serão avaliados individualmente pela Comissão Editorial.

Deve ser submetida junto com a tradução uma cópia do texto publicado originalmente.

Caso aceita, a tradução deve ser reenviada à Revista após revisão técnica por especialista na área do artigo em questão. Os dados do revisor devem ser incluídos no texto.

Solicitamos também o envio para o e-mail da revista (revista-africa-cea@usp.br) da autorização de quem tem os direitos autorais (editora e/ou revista e/ou autor), permitindo a publicação da tradução submetida à Revista África. Somente serão avaliadas e publicadas na Revista as traduções cujo tradutor(a) tenha autorização para publicação. Adicionalmente, deve ser enviada uma declaração, assinada e escaneada, contendo a autorização dx(s) tradutorx(s) para publicação da tradução.

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.