Periferia da Periferia: migrantes nordestinos na Favela da Maré em três atos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2176-1507.v23i1p208-229

Palavras-chave:

Nordeste, Favelas, Exclusão

Resumo

O presente artigo busca analisar como a relação existente entre dois lugares – o Nordeste e a favela - que foram “inventados” historicamente dentro de uma lógica de exclusão, se entrecruzam, não apenas metaforicamente, mas, sobretudo simbólica e discursivamente no seu processo de construção. Para tanto o locus privilegiado do trabalho é o conjunto de favelas da Maré na cidade do Rio de Janeiro, território habitado por migrantes nordestinos desde a sua ocupação até os dias atuais e, portanto, considerado um território duplamente periférico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria de Fátima Tomaz, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Doutoranda em Comunicação e Cultura pela Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro – ECO/UFRJ – sob a orientação da Profª Dra. Marialva Barbosa e com auxílio da bolsa do CNPq. Mestre em Comunicação e Cultura pela ECO/UFRJ

Marialva C. Barbosa, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Doutora em História pela Universidade Federal Fluminense e Professora Titular da Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Referências

ABREU, Maurício de Almeida. A evolução urbana do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: IplanRio. Jorge Zahar, 2010.

ALBUQUERQUE JÚNIOR, Durval Muniz de. A invenção do Nordeste e outras artes. 2011.

ALBUQUERQUE JÚNIOR, Durval Muniz. Nordestino: invenção do “falo”. Uma história do gênero masculino (1920-1940). 2. ed. São Paulo. Intermeios – Coleção Entregêneros. 2013.

ALVITO, Marcos; ZALUAR, Alba. Um século de favela. 5. ed. Rio de Janeiro: FGV, 2006.

BURGOS, Marcelo Baumann. Dos parques proletários ao Favela-Bairro: as políticas públicas nas favelas do Rio de Janeiro. In: ALVITO, Marcos; ZALUAR, Alba (Org.). Um século de favela. 5. ed. Rio de Janeiro: FGV, 2006.

FREYRE, Gilberto. Manifesto Regionalista. 7. ed. Recife: FUNDAJ. Ed. Massangana, 1996. p. 47-75.

MORAES, Antônio Carlos Robert. O Sertão. Um outro geográfico. Terra Brasilis, 2003. (Nova Série.) Disponível em: https://journals.openedition.org/terrabrasilis/341. Acesso em: 20 de outubro de 2020.

OLIVEIRA, Ricardo de. Euclides da Cunha, Os Sertões e a invenção de um Brasil profundo. Revista Brasileira de História, São Paulo, v. 22, n. 44, pp. 511-537, 2002.

REDES. Censo Populacional da Maré. REDES MARÉ. Rio de Janeiro: Redes da Maré, 2019.

RUA, João. Urbanidades e novas ruralidades no Estado do Rio de Janeiro: algumas considerações teóricas. In: MARAFON, Gláucio José; RIBEIRO, Marta Foeppel (Org.). Estudos de Geografia Fluminense. Rio de Janeiro: Infobook, 2002.

SILVA, Claúdia Rose Ribeiro da. Maré: a invenção de um bairro. Dissertação de Mestrado em Bens Culturais e Projetos Sociais, Rio de Janeiro, Programa de Pós- graduação em História Políticas e Bens Culturais da Fundação Getúlio Vargas – PPHPBC/FGV, 2006.

SILVA, Eliana Sousa. Testemunhas da Maré. Rio de Janeiro: Mórula, 2015.

SILVEIRA, Rosa Maria Godoy. “Introdução”. In: O regionalismo nordestino: existência e consciência da desigualdade regional. São Paulo: Moderna, 1984. p. 15-58.

SINGER, Paul. Economia Política da Urbanização de São Paulo. São Paulo: Contexto, 1998.

SODRÉ, Muniz. A Ciência do Comum: notas para o método comunicacional. Petrópolis: Vozes, 2014.

SOUZA, Jessé. A elite do atraso: da escravidão à Lava Jato. Rio de Janeiro: LeYa, 2015.

SOUZA, Jessé. A gramática social da desigualdade brasileira. Revista Brasileira de Ciências sociais, v. 19, n. 54, 2004.

SOUZA, Renata. Cria da favela: resistência à militarização da vida. Rio de Janeiro: Editora NPC, 2018.

TOMAZ, Maria de Fátima. Nordestinos no Rio de Janeiro: a que será que se destina? Representações, estereótipos e mídia. Dissertação de Mestrado em Comunicação e Cultura. Rio de Janeiro. Programa de Pós-graduação em Comunicação e Cultura da Universidade Federal do Rio de Janeiro/UFRJ, 2020.

VALLADARES, LÍCIA do Prado. A invenção da favela: do mito de origem a favela.com. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2005.

VAZ, Lílian Fessler (Coord.). História dos bairros da Maré: espaço, tempo e vida cotidiana no complexo da Maré. Rio de Janeiro: Ed UFRJ, 1994.

VENTURA, Zuenir. Cidade Partida. Rio de Janeiro: Cia das Letras, 1994.

ZANFORLIN, Sofia. Entre arcaísmos e modernidades imaginadas: Nordeste em cena nos textos da mídia. Revista Fronteiras – estudos midiáticos – Unisinos, v. X, n. 1, p. 23-28, jan./abr. 2008.

Downloads

Publicado

2021-02-03

Como Citar

Tomaz, M. de F., & Barbosa, M. C. (2021). Periferia da Periferia: migrantes nordestinos na Favela da Maré em três atos. Revista Alterjor, 23(1), 208-229. https://doi.org/10.11606/issn.2176-1507.v23i1p208-229