Princípios para a curadoria técnica do acervo entomológico do Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo

Autores

DOI:

https://doi.org/10.1590/1982-02672021v29e31

Palavras-chave:

Coleções biológicas, Preservação, Insetos

Resumo

Este artigo trata das práticas curatoriais adotadas na seção de entomologia do Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo. Adicionalmente, apresenta uma breve introdução sobre sua origem, a formação dos museus de história natural, os paradigmas adotados pela curadoria desde a formação do acervo, bem como os desafios para manter e disponibilizar as coleções no cenário atual de carência de técnicos e pesquisadores, inadequação de infraestrutura, diminuição do investimento em ciência e tecnologia e crescente aporte de material biológico para instituições oficiais feito por fontes externas ao museu.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Carlos Roberto Ferreira Brandão, Universidade de São Paulo. Museu de Zoologia

    Graduado em ciências biológicas pelo Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo (IB-USP), mestre e doutor em ciências biológicas (zoologia) pelo IB-USP. Professor titular e curador da coleção de insetos Hymenoptera do Museu de Zoologia da USP. Diretor do MZ (2001-2005), vice-diretor do IEA (2014-2015), Presidente do IBRAM (2015-2016), Diretor do MAC USP (2016-2020) e Diretor Presidente da Edusp (atual). E-mail: <crfbrand@usp.br>.

  • Kelli dos Santos Ramos, Universidade de São Paulo. Museu de Zoologia

    Graduada em ciências biológicas pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, mestra
    e doutora em ciências bioógicas (entomologia) pela Universidade Federal do Paraná. Atualmente é pós-
    -doutoranda no Museu de Zoologia da USP. E-mail: <kellisramos@gmail.com>.

  • Mônica Antunes Ulysséa, Universidade de São Paulo. Museu de Zoologia

    Doutora pelo Programa de Pós-Graduação em Sistemática, Taxonomia Animal e Biodiversidade do Museu de Zoologia da USP. Mestre em zoologia pelo Programa de Pós-Graduação em Zoologia da Universidade Estadual de Feira de Santana. Bacharela e licenciada em ciências biológicas pela Universidade Federal de Santa Catarina. Atualmente é pós-doutoranda no Museu de Zoologia da USP. E-mail: <monicaulyssea@gmail.com>

  • Alvaro Doria dos Santos, Universidade de São Paulo. Museu de Zoologia

    Graduado em ciências biológicas pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, mestre em sistemática, taxonomia animal e biodiversidade pelo Museu de Zoologia da USP. Atualmente é doutorando do Programa Pós-Graduação em Sistemática, Taxonomia Animal e Biodiversidade pelo Museu de Zoologia da USP. E-mail: <alvarods3@gmail.com>.

  • Tamires de Oliveira Andrade, Universidade de São Paulo. Museu de Zoologia

    Graduada em ciências biológicas pelo Centro Universitário das Faculdades Metropolitanas Unidas. Realizou projetos de Iniciação Científica com bolsa do Programa de Capacitação em Taxonomia (Protax-CNPq) no Laboratório de Sistemática, Evolução e Biologia de Hymenoptera do Museu de
    Zoologia da USP. Mestre, com bolsa da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, junto ao Programa de Pós-Graduação em Sistemática, Taxonomia Animal e Biodiversidade do Museu de Zoologia da USP. E-mail: <tamiresandrade@usp.br>.

Referências

BRASIL. Lei nº 13.123, de 20 de maio de 2015. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 14 maio 2015. Disponível em: <https://bit.ly/2TSh1Su>. Acesso em: 9 jun. 2021.

BRASIL. Ministério do Meio Ambiente. Resolução CGen nº 12, de 18 de setembro de 2018. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 19 out. 2018. Disponível em: <https://bit.ly/3v5dn4n>. Acesso em: 9 jun. 2021.

LIVROS, ARTIGOS E TESES

ABSOLON, Bruno Araujo; FIGUEIREDO, Francisco José de; GALLO, Valéria. O primeiro gabinete de história natural do Brasil (“Casa dos Pássaros”) e a contribuição de Francisco Xavier Cardoso Caldeira. Filosofia e História da Biologia, São Paulo, v. 13, n. 1, p. 1-22, 2018.

ALMEIDA, Allison. Museu Nacional celebra 200 anos. Ciência e Cultura, São Paulo, v. 70, n. 3, p. 62-64, 2018. Doi: doi.org/10.21800/2317-66602018000300017.

ALMEIDA, Lúcia Massutti de; COSTA, Cibele S. Ribeiro; MARINONI, Luciane. Manual de coleta, conservação, montagem e identificação de insetos. Ribeirão Preto: Holos, 1998.

BENSON, Dennis et al. GenBank. Nucleic Acids Research, Oxford, v. 28, n. 1, p. 15-18, 2000. Doi:<https://doi.org/10.1093/nar/28.1.15>.

BRANDÃO, Carlos Roberto Ferreira; COSTA, Cleide. Uma crônica da integração dos museus estatutários à USP. Anais do Museu Paulista, São Paulo, v. 1, n. 1, p. 207-217, 2007. Doi: <https://doi.org/10.1590/S0101-47142007000100005>.

BRANDÃO, Carlos Roberto Ferreira; SAMARA, Eni de Mesquita. Da difusão à pesquisa no Estado de São Paulo: a história do Museu Paulista da Universidade de São Paulo. Revista de Cultura e Extensão da USP, São Paulo, n. 0, p. 94-103, 2005.

BUCKUP, Paulo Andreas. Coleções biológicas e coleções de DNA e sua aplicação ao estudo da biodiversidade. In: SIMPÓSIO SOBRE A BIODIVERSIDADE DA MATA ATLÂNTICA, 3., 2014, Santa Teresa. Anais […]. Santa Teresa: Inma, 2014. p. 33-44.

CAMARGO, Amabílio José Aires et al. Coleções entomológicas: legislação brasileira, coleta, curadoria e taxonomia para as principais ordens. Brasília, DF: Embrapa, 2015.

CONSIDERA, Andrea Fernandes. Museus de história natural no Brasil (1818-1932): uma revisão bibliográfica. In: SIMPÓSIO NACIONAL DE HISTÓRIA, 26., 2011, São Paulo. Anais […]. São Paulo: Anpuh, 2011. p. 1-8.

COSTA, Rafaela Paiva. Carlos Estevão de Oliveira e o Museu Paraense Emílio Goeldi (1930-1945). In: JORNADA DE HISTÓRIA DA CIÊNCIA E ENSINO, 4., 2013, São Paulo. Anais […]. Belém: Museu Goeldi, 2014. p. 39-59.

CRISPINO, Luis Carlos Bassalo; BASTOS, Vera Burlamaqui; TOLEDO, Peter Mann de. As origens do Museu Paraense Emílio Goeldi: aspectos históricos e iconográficos. Belém: Paka-Tatu, 2006.

FUNK, Vicki. Collections-based science in the 21st Century. Journal of Systematics and Evolution, Hoboken, v. 56, n. 3, p. 175-193, 2018. Doi: <https://doi.org/10.1111/jse.12315>.

GRANATO, Marcus et al. Lista dos museus universitários brasileiros. [S. l.: s. n.], 2019. Disponível em: <http://www.mast.br/images/projetos_de_pesquisa/2019/outubro/listagemmuseus-universitarios- 31-10-19.pdf>. Acesso em: 26 out. 2019.

HENNIG, Willi. Phylogenetic systematics. Urbana: University of Illinois Press, 1966.

KLINGENBERG, Christiana; BRANDÃO, Carlos Roberto. The type specimens of fungus growing ants, Attini (Hymenoptera, Formicidae, Myrmicinae) deposited in the Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo, Brazil. Papéis Avulsos de Zoologia, São Paulo, v. 45, n. 4, p. 41-50, 2005. Doi: <https://doi.org/10.1590/S0031-10492005000400001>.

KURY, Adriano Brilhante; GIUPPONI, Alessandro Ponce de Leão; MENDES, Amanda. Immolation of Museu Nacional, Rio de Janeiro: unforgettable fire and irreplaceable loss. The Journal of Arachnology, Washington, DC, v. 46, n. 3, p. 556-558, 2018. Doi: <https://doi.org/10.1636/JoA-S-18-094.1>.

KURY, Adriano Brilhante et al. Diretrizes e estratégias para a modernização de coleções biológicas brasileiras e a consolidação de sistemas integrados de informação sobre biodiversidade. Brasília, DF: Ministério da Ciência e Tecnologia, 2006.

LOPES, Maria Margaret. O Brasil descobre a pesquisa científica: os museus de ciências naturais no século XIX. São Paulo: Hucitec, 1997.

MAYR, Ernst. Animal species and evolution. Cambridge: Harvard University Press, 1941.

MUSEU DE ZOOLOGIA DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO. MZUSP Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo. São Paulo: MZ-USP, 2019. Material institucional.

O’LEARY, Maureen; KAUFMAN, Seth. MorphoBank: phylophenomics in the “cloud”. Cladistics, Hoboken, v. 27, n. 5, p. 529-537, 2011. Doi: <https://doi.org/10.1111/j.1096-0031.2011.00355.x>.20 ANAIS DO MUSEU PAULISTA – vol. 29, 2021.

RAFAEL, José Albertino et al. (eds.). Insetos do Brasil: diversidade e taxonomia. Ribeirão Preto: Holos, 2012.

RAFFAINI, Patrícia Tavares. Museu contemporâneo e os gabinetes de curiosidades. Revista do Museu de Arqueologia e Etnologia, São Paulo, n. 3, p. 159-164, 1993. Doi: <https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.1993.109170>.

ROMERO-REVERÓN, Rafael; ARRÁEZ-AYBAR, Luis. Ole Worm (1588-1654): anatomist and antiquarian. European Journal of Anatomy, Salamanca, v. 19, n. 3, p. 299-301, 2015.

SANJAD, Nelson et al. Documentos para a história do mais antigo jardim zoológico do Brasil: o Parque Zoobotânico do Museu Goeldi. Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi: Ciências Humanas, Belém, v. 7, n. 1, p. 197-258, 2012. Doi: <https://doi.org/10.1590/S1981-81222012000100013>.

SANTOS, Hugo Ricardo Secioso et al. Os impactos da legislação ambiental brasileira sobre as coleções biológicas. Diversidade e Gestão, Rio de Janeiro, v. 2, n. 2, p. 52-61, 2018.

SANTOS, Myriam. Os museus brasileiros e a constituição do imaginário nacional. Sociedade e Estado, Brasília, DF, v. 15, n. 2, p. 271-302, 2000. Doi: <https://doi.org/10.1590/S0102-69922000000200005>.

SHORT, Andrew Edward; DIKOW, Torsten; MOREAU, Corrie. Entomological collections in the age of big data. Annual Review of Entomology, Palo Alto, v. 63, p. 513-530, 2018. Doi: <https://doi.org/10.1146/annurev-ento-031616-035536>.

SIMÕES, Mario Ferreira. As pesquisas arqueológicas no Museu Paraense Emílio Goeldi (1870-1981). Acta Amazonica, Manaus, v. 11, n. 1, p. 149-165, 1981. Doi: <https://doi.org/10.1590/1809-43921981111s149>.

VEIGA, Verine Stochi. Elias Ashmole e suas contribuições para a divulgação da ciência durante o século XVII. 2015. Dissertação (Mestrado em História da Ciência) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2015.

WILKINS, John. Species: a history of the idea. Berkeley: University of California Press, 2009.

ZAHER, Hussam; YOUNG, Paulo. As coleções zoológicas brasileiras: panorama e desafios. Ciência e Cultura, São Paulo, v. 55, n. 3, p. 24-26, 2003.

Downloads

Publicado

2021-09-06

Edição

Seção

Debates

Como Citar

BRANDÃO, Carlos Roberto Ferreira; RAMOS, Kelli dos Santos; ULYSSÉA, Mônica Antunes; SANTOS, Alvaro Doria dos; ANDRADE, Tamires de Oliveira. Princípios para a curadoria técnica do acervo entomológico do Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo. Anais do Museu Paulista: História e Cultura Material, São Paulo, v. 29, p. 1–20, 2021. DOI: 10.1590/1982-02672021v29e31. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/anaismp/article/view/187918.. Acesso em: 24 jul. 2024.