A exposição como múltiplo: lições de uma mostra norte-americana em São Paulo, 1947

Autores

  • Helouise Costa

DOI:

https://doi.org/10.1590/0101-4714v22n1a04

Resumo

No ano de 1947, a Biblioteca Municipal de São Paulo apresentou a exposição Fotografia Artística preparada pelo Museu de Arte Moderna de Nova York com consultoria técnica de Andreas Feininger. Tratava-se de uma mostra didática de reproduções fotográficas impressas em painéis, acompanhadas de textos, que reunia imagens de autoria de fotógrafos como Erich Salomon, Ansel Adams e Henri Cartier-Bresson, entre outros. Originalmente denominada Creative Photography foi produzida como múltiplo para que pudesse ser comercializada e exibida simultaneamente em diversas localidades. Este artigo visa analisar a mostra Fotografia Artística, buscando situá-la em meio às profundas transformações culturais do segundo pós-guerra, particularmente em relação às ações culturais norte-americanas realizadas no Brasil no período, às tratativas para a criação dos primeiros museus modernos no país e ao uso das técnicas de reprodutibilidade fotográfica no campo da arte.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Downloads

Publicado

2014-06-01

Edição

Seção

Estudos de Cultura Material

Como Citar

COSTA, Helouise. A exposição como múltiplo: lições de uma mostra norte-americana em São Paulo, 1947 . Anais do Museu Paulista: História e Cultura Material, São Paulo, v. 22, n. 1, p. 107–132, 2014. DOI: 10.1590/0101-4714v22n1a04. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/anaismp/article/view/86774.. Acesso em: 22 jun. 2024.