[1]
“O jardim de Rousseau e a virtude do jardineiro”, Cad. Ética Filos. Polít., vol. 1, nº 14, p. 147–178, jul. 2009, Acessado: 22º de maio de 2024. [Online]. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/cefp/article/view/83324